Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > SLATE.COM

Pela primeira vez no lucro

Por lgarcia em 07/05/2003 na edição 223

SLATE.COM

Após sete anos de existência, a , revista online fundada por Michael Kinsley e financiada pela Microsoft, pela primeira vez arrecadou mais dinheiro do que gastou no primeiro trimestre do ano.

Os 20 milhões de dólares de investimento e os músculos da empresa-mãe para gerar tráfego logicamente ajudaram, mas, ainda assim, trata-se de uma grande conquista para uma revista sobre assuntos gerais publicada apenas na internet, atributos que já levaram ótimas intenções à ruína financeira.

A Slate.com, no momento, experimenta as maravilhas do crescente ganho com publicidade e de um tráfego duas vezes maior que o do ano passado, saltando para seis milhões de visitas por computador ("unique visitors") ao mês.

O sítio também surpreende pela independência de conteúdo. Recentemente, respondeu à guerra no Iraque com críticas severas à campanha militar e à mídia que a acompanhou.

Com rendimento anual de menos de 7 milhões de dólares, os lucros que a Slate produz não guiam os preços das ações da gigante Microsoft. Mesmo assim, o número de leitores, apesar de menor que o do sítio do New York Times, é maior que o do sítio da revista Time.

De acordo com David Carr [The New York Times, 28/4/03], a Slate nasceu para ser uma revista semanal, dentro de um modelo que hoje pareceria decadente. Originalmente, a revista tinha até numeração de páginas na rede.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem