Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > TIM LOPES (1951-2002)

Por que Tim estava lá?

Por lgarcia em 12/06/2002 na edição 176

TIM LOPES (1951-2002)

Comissão do Sindicato dos Jornalistas do Rio
que acompanha as investigações do caso Tim Lopes

Nós, jornalistas do Rio de Janeiro, estarrecidos com o que fizeram a Tim Lopes, julgamos conveniente trazer à sociedade brasileira o seguinte esclarecimento.

Nos últimos dias, muitos de nós ouvimos nas ruas e até mesmo de fontes comentários de que Tim teria sido irresponsável por estar numa favela dominada pelo tráfico nas condições em que estava. Ou mesmo que teria sido levado a isso por seus chefes. A essas pessoas, que talvez desconheçam a rotina do nosso trabalho, lembramos que a realidade do tráfico de drogas nos morros só é conhecida de todos, e muitas vezes inclusive da polícia, porque jornalistas vão lá para contar. Ao longo de sua carreira, Tim Lopes fez isso mais de uma centena de vezes. Em muitas delas, como na que resultou em sua morte, foi convocado pelos próprios moradores das favelas, onde a imensa maioria é de gente honesta e trabalhadora.

Pedimos ainda que a morte de Tim não seja pretexto para mais uma onda oportunista de declarações e manifestações favoráveis a que se faça com seus algozes o que fizeram com ele. Que a sociedade brasileira não dê ouvidos a vozes inconseqüentes, que apenas estimulam o conflito entre pobres e não-pobres, como se não fôssemos todos reféns da violência. Com certeza, não seria esta a vontade de Tim, jornalista que, acima de qualquer mandamento, prezava, valorizava e defendia os direitos humanos.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem