Domingo, 27 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Post

Por lgarcia em 08/07/2003 na edição 232

TELETIPO

Qual não foi a surpresa da colunista do New York Post, Cindy Adams, ao ver, na segunda-feira, dia 23/6, que seu texto do dia anterior havia sido publicado novamente com outro título. Maior ainda foi sua surpresa ao ligar para a redação do diário, quando viu que ninguém havia percebido o engano, como reporta o New York Times [30/6/03]. “Foi surpreendente perceber que ninguém, ninguém no New York Post lê minha coluna”. A pisada na bola de algum funcionário foi alvo de ironias de Cindy no próprio jornal, no dia seguinte. Conhecida pelo bordão “só em Nova York, crianças, só em Nova York”, com que costuma terminar seus artigos, ela brincou: “Só no New York Post, crianças, só no New York Post“.

 

A China cortou durante 20 segundos a transmissão do canal de notícias CNN no país, enquanto ia ao ar entrevista com Emily Lau, deputada de Hong Kong que critica a nova lei anti-subversão que o governo comunista está implantando no território, que foi incorporado em 1997 e goza de certa autonomia democrática. A CNN é transmitida na China continental apenas para público estrangeiro. Como informa a AP [30/6/03], a oposição vê a nova lei, que serviria, segundo o governo, para “proteger a integridade territorial do país”, como um ataque à democracia e à liberdade de expressão.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem