Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > TV NEGRA

Pouco conteúdo, muito hip-hop

Por lgarcia em 01/08/2001 na edição 132

TV NEGRA

Apesar do sucesso financeiro e da popularidade entre personalidades negras americanas, a Black Entertainment Television (BET) continua enfrentando as críticas de que o canal deveria oferecer programas mais significativos por e para negros.

As críticas cresceram no ano passado, quando a BET comemorou seu 20o aniversário. Seus críticos lamentaram o fato de a emissora não explorar na prática todo o seu potencial, concentrando muita atenção em programas relacionados a música ? em especial, videoclipes de hip-hop. Na ocasião, conta Greg Braxton [The Los Angeles Times, 24/7/01], Charles Robert L. Johnson, fundador e presidente da BET, disse que a emissora tem sido uma usina geradora, criativa e financeiramente.

Neste ano, as mesmas questões foram levantadas, com a compra da BET pela Viacom Inc. Com novo dono controlando as finanças, analistas da indústria especulam sobre as mudanças na grade de programação e se perguntam se a emissora começará a usar talentos negros para desenvolver novelas, comédias de situação e projetos não relacionados à música.

É verdade que a emissora cresceu muito em noticiários e documentários, mas no setor de entretenimento permanece estagnada em atrações de hip-hop. A próxima temporada já promete overdose de shows, o retorno da 10a temporada da série Comicview e a estréia de cinco novos programas, todos de entrevistas com celebridades e notícias do mundo do entretenimento. Por enquanto, nada de novas séries e sitcoms. "Não há dinheiro", retruca a emissora.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem