Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > AL-JAZIRA

Presença liberada na Bolsa de NY

Por lgarcia em 07/05/2003 na edição 223

AL-JAZIRA

Após mais de um mês afastada, a equipe da rede de TV catariana al-Jazira voltou a ser aceita na Bolsa de Valores de Nova York. As credenciais dos repórteres Ammar al-Sankari e Ramzi Shiber foram revogadas em março pelo conselho da Bolsa, que alegou preocupações com segurança e o desejo de aceitar apenas emissoras que fazem "cobertura de negócios responsável."

Segundo o Wall Street Journal [1/5/03], a decisão provocou muitas críticas de observadores da mídia. Por fim, o vice-presidente de comunicações do conselho, Robert Zito, convocou os correspondentes para uma reunião e permitiu que voltassem a cobrir a movimentação da Bolsa ao vivo.

Agentes da inteligência iraquiana se infiltraram na al-Jazira a mando do ditador Saddam Hussein, declarou o principal líder de oposição do Iraque. Ahmad Chalabi, presidente do Congresso Nacional, disse em entrevista ao vivo para a Abu Dhabi TV ? rival da emissora do Catar ? que a informação de que a rede está "completamente infiltrada" foi obtida nos arquivos do serviço de inteligência do regime.

Conta a AP [29/4] que a entrevista foi ao ar logo após a al-Jazira noticiar ? incorretamente ? que Chalabi fora detido pelas tropas americanas por fraude. A Abu Dhabi alega que procurou o político para comentar os relatos sobre a suposta prisão, e veiculou um anúncio afirmando que as opiniões de Chalabi sobre a al-Jazira não refletem as da emissora.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem