Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Preso por informação

Por lgarcia em 19/02/2003 na edição 212

TELETIPO

O grupo Repórteres sem Fronteiras pediu ao conselho saudita (Majlis Al-Shoura) a libertação do jornalista Saleh Al-Harith, preso em 2000. Em abril daquele ano, Al-Harith, repórter do jornal Al-Yaum, entrou em contato por telefone com a emissora al-Jazira para relatar o ataque policial a uma mesquita da minoria ismaelita. Segundo o RSF [5/2/03], acredita-se que Al-Harith tenha sido detido e condenado a sete anos de prisão.

A Federação Internacional de Jornalistas (IFJ, sigla em inglês), por meio de seu projeto “Centro de Solidariedade com os Jornalistas Colombianos”, aproveitou o dia 9/2, Dia Nacional do Jornalista Colombiano, para lançar campanha que chama atenção para a situação de insegurança dos profissionais de imprensa no país. O movimento pede que os grupos armados e os corruptos do país respeitem o papel da imprensa, diminuindo a escalada de agressões contra jornalistas. Nos anos 1990, mais de 30 foram assassinados. Comunicado da IFJ [9/2/03] assinala que, na atual década, a Colômbia lidera a lista dos países com mais jornalistas mortos por motivos de ofício.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem