Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > ARÁBIA SAUDITA

Problemas com a imagem

Por lgarcia em 18/12/2002 na edição 203

ARÁBIA SAUDITA

Judy Smith, Bernie Merrit e Jim Weber deixaram a empresa de relações públicas da qual eram sócios-fundadores, a Qorvis Communications. O motivo seria o contrato que a companhia tem com a Arábia Saudita para melhorar a imagem do país nos Estados Unidos.

Os sauditas têm sido prejudicados pela acusação americana de que boa parte das doações de caridade da princesa Haifa bint Faisal foram parar nas mãos de amigos de dois dos terroristas suicidas de 11/09/01. Riad vê essa informação como parte de uma campanha para relacionar figuras importantes da Arábia Saudita com o financiamento da al Qaida. Para complicar ainda mais, a Qorvis e outra duas empresas contratadas pelos sauditas podem ser intimadas por um comitê da Casa Branca a fornecerem documentos relativos a um caso de abdução de crianças. Os menores, de nacionalidade americana, teriam sido levados à Arábia contra vontade.

Judy foi vice-secretária de imprensa da Casa Branca e tornou-se conhecida como porta-voz de Monica Lewinsky. Posteriormente, atuou no caso de Chandra Levy, outra estagiária, que desapareceu e foi encontrada morta meses depois. Os outros dois executivos são antigos estrategistas do partido republicano. As informações são do Guardian [5/11/02].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem