Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > FCC

Propriedade cruzada geral e irrestrita

Por lgarcia em 07/05/2003 na edição 223

FCC

No dia 28/4, Michael Powell, presidente da Federal Communications Comission (FCC), reguladora da imprensa americana, defendeu o fim da proibição de propriedade cruzada vigente nos EUA. A regra atual é, por exemplo, impedir um proprietário de jornal de comprar uma emissora de TV, ou vice-versa, em uma mesma cidade. A medida visa a diversificar proprietários para não cair no monopólio.

Powell, que é filho do secretário de Defesa Colin Powell, disse que a FCC deve tornar a regra obsoleta em um encontro no dia 2/6, encerrando 28 anos de proibição à propriedade cruzada na mídia. "Acho a mudança provável, mas não certa", afirmou a repórteres após pronunciamento na convenção da Associação de Jornais da América, em Seattle.

A regra da propriedade cruzada é uma das muitas que estão sendo revistas pela FCC, à luz do tom menos regulador de Powell, nomeado presidente em 2001 pelo presidente Bush. Powell disse que novas tecnologias e um novo approach regulador vão quebrar o "estrangulamento" no mercado e trazer benefícios às pessoas, de acordo com Brier Dudley [The Seattle Times, 29/4/03].

Alguns observadores da mídia, legisladores e até membros da FCC, no entanto, temem que a mudança no sistema de propriedade cruzada tenha efeito oposto e resulte no futuro em consolidação da mídia. O número de proprietários de jornais e TVs já caiu de 1.500 a 600 dos anos 70 para cá. Indicadores garantem que, com a mudança, o número pode cair para 300.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem