Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1058
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Quando a imagem não é real

Por lgarcia em 08/05/2002 na edição 171

ARMAÇÃO FOTOGRÁFICA

Na edição n? 169 (23/4/02) este Observatório estranhou a exploração dramática por parte dos jornalões paulistas de um "motim" de presos no Rio [veja remissão abaixo]. As fotos publicadas em primeira página mostravam através da portinhola de um cárcere parte do rosto do "amotinado" com um e dois tresoitões na frente. Pelo material publicado nas respectivas edições, aquilo parecia matéria de RP ou "forçação de barra", como se dizia antigamente. Tanto as informações sobre o episódio quanto o quase-nenhum destaque na páginas internas evidenciavam um enorme descompasso entre os aspectos exteriores da foto e a realidade que pretendia retratar.

A revista Época prestou mais um serviço ao jornalismo brasileiro (edição de 29/4, pág. 43) confirmando que o badalado "motim" foi armado por um farsante que se fez passar por líder do PCC.

O que reforça a suspeita, aqui já manifestada, de que fotografias mesmo quando não retocadas podem ser objeto de manipulação

Leia também

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem