Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

PRIMEIRAS EDIçõES > CANAL FUTURA

Raoni propõe criar TV Indígena

Por Hudson Correa em 30/12/2003 na edição 257

TV INDÍGENA

“Raoni propõe criar TV Indígena”, copyright Folha de S. Paulo, 25/12/03

“O cacique Raoni, líder dos índios caiapós, apresentou ao Ministério da Cultura o projeto de criação da TV Indígena Aldeia Virtual. Obteve no dia 13 de novembro uma verba de R$ 1 milhão, aprovada na Comissão Nacional de Incentivo à Cultura.

Raoni, 79, quer exibir pela TV programas feitos pelos índios do Parque Nacional do Xingu (MT). Pelo menos 21 lideranças dos índios assinaram documento apoiando a TV. Zeca Nestor, 46, chamado de Cabelo de Milho, assessor do Instituto Raoni, disse que eles têm câmeras digitais e equipamentos de edição.

O Instituto Raoni foi criado em 2000, durante encontro em Paris do cacique com o presidente da França, Jacques Chirac, e será responsável pela TV. Cabelo de Milho disse que os índios querem ter um canal próprio com sinal por satélite. Esse modelo, segundo Raoni, foi inspirado nos ?parentes dos caiapós? no Canadá e nos EUA, onde diz haver 54 TVs indígenas.

Para Raoni, a TV será uma forma de os índios exporem suas opiniões, que têm recebido pouca atenção. Ele disse que, desde Juscelino Kubitschek, falou com todos os presidentes, menos um: ?O Lula não quer conversar com a gente, não quer atender os caiapós. Por quê??”


CELEBRIDADE

“Espectadora se divide entre heroína e vilã”, copyright Folha de S. Paulo, 25/12/03

“Pesquisas de grupo realizadas pela TV Globo para avaliar a aceitação de ?Celebridade? mostram que as telespectadoras da novela se identificam, nesta ordem, com a mocinha (Maria Clara, Malu Mader), com a amiga da mocinha (a sacoleira Eliete, Isabela Garcia) e com a inimiga da mocinha (a vilã Laura, Cláudia Abreu).

Os grupos de telespectadores responderam à pergunta ?Qual das mulheres da novela você gostaria de ser??, segundo o autor de ?Celebridade?, Gilberto Braga.

De acordo com a Globo, a pesquisa mostrou que Malu Mader é um ?ícone? das mulheres e que a personagem Eliete atrai por causa da ?alegria?, ?simpatia? e por ser a ?mais esperta? da novela (?enxerga as maldades de Laura?).

A identificação com a vilã Laura, explica a Globo, é porque ela ?conduz a história?, ?é forte?, ?tem controle sobre tudo?.

A preferência por vilãs é um fato relativamente novo nas pesquisas da Globo. Jezebel (Elisabeth Savalla), a maldosa da atual novela das seis, ?Chocolate com Pimenta?, também atrai as telespectadoras.

Antes, apareceram como ?admiradas? Adma (Cassia Kiss), de ?Porto dos Milagres? (2001), e Selma (Alessandra Negrini), de ?Desejos de Mulher? (2002).”


SBT

“SBT elege ?o maior brasileiro? em 2004”, copyright Folha de S. Paulo, 24/12/03

“O SBT vai eleger no primeiro semestre de 2004 ?o maior brasileiro de todos os tempos?. O projeto foi idealizado por Silvio Santos e está sendo negociado com potenciais patrocinadores.

Segundo plano comercial enviado às agências de publicidade, de janeiro a março serão exibidos 50 programetes diários de cinco minutos cada, às 21h30, ?incentivando a participação de todos? e ?divulgando os resultados?.

Essa fase, a primeira, consiste na votação popular, via telefone, internet e carta, para a escolha de cem personalidades que mais se destacaram na história do país (podem ser pessoas mortas).

Na segunda fase, a partir de março, haverá uma série de dez programas semanais, às quartas (22h30), apresentados por Silvio Santos. No segundo programa, serão escolhidas dez entre as cem personalidades. Do terceiro ao sétimo, haverá disputas entre dois candidatos, eliminando-se um deles. No oitavo programa, serão escolhidos três finalistas. A série termina com a escolha do ?Maior Brasileiro de Todos os Tempos?, com entrega de troféu.

O projeto ainda não está totalmente formatado. No plano comercial, a emissora informa que serão escolhidas personalidades de setores como ?política, economia, empresarial, artístico, religioso, esportivo, literário, ciência e tecnologia e sociedade?, mas n&atildeatilde;o está esclarecida se a votação será por segmentos.

OUTRO CANAL

Discurso 1

A operadora de TV paga via satélite DirecTV divulgou comunicado oficial ontem afirmando que ?a transação entre a Hughes e a News Corp. não contempla a combinação entre DirecTV e Sky?. No final de semana, foi aprovada nos EUA a aquisição de 34% da Hughes, controladora da DirecTV, pela News, controladora da Sky. No Brasil, a negociação ainda será avaliada pelo Cade.

Discurso 2

Na prática, a News passa a controlar também a DirecTV. No mercado brasileiro, o texto da DirecTV foi interpretado como ?jogo de cena?. Avalia-se que, do ponto de vista econômico, não faz sentido manter duas operações concorrentes e quase sempre deficitárias. A fusão ou fechamento de uma delas é inevitável.

Pressão

De olho no segundo lugar no Ibope, a Record registrou na semana passada 18 ocasiões em que empatou ou superou o SBT. Em nove vezes, foram quadros do ?Fábrica Maluca?. As demais foram o ?Jornal da Record? (vice-líder em quatro dias), ?Verdade do Povo?, ?Turma do Gueto?, ?Raul Gil? e ?Domingo da Gente?.

Musa

Fernanda Lima, que não renovará seu contrato com a MTV, foi eleita a ?personalidade do ano? em votação do portal Yahoo!. Teve 23% dos votos, contra 20% de Sabrina Satto e 19% de Lula.”


CANAL FUTURA

“Canal Futura adota sotaques regionais”, copyright Folha de S. Paulo, 27/12/03

“O canal Futura vai colocar em seus programas em 2004 locuções com sotaques de todo o país. Será a primeira TV de abrangência nacional a quebrar o domínio da fala do eixo Rio-São Paulo.

Há duas semanas, o canal educativo _mantido por 14 instituições e empresas, entre elas Globo, Bradesco e CNN_ gravou no Rio um banco de sotaques com 50 atores de outros Estados.

?Em todo o programa que houver mais do que duas locuções, uma não será de Rio ou São Paulo?, diz Lúcia Araújo, diretora do canal. No início do ano, o Futura irá ampliar sua base de vozes com locutores de rádios AM do interior do Brasil, que participarão das gravações via internet. Até o final de 2004, será montado um banco de sotaques com crianças.

O primeiro programa a ter sotaque regional será o ?Estação Rural?, com gaúchos e mineiros.

Criado como um canal por assinatura, o Futura teve em novembro a 20? colocação no ranking de audiência da TV paga. Mas, de acordo com a direção do canal, sua maior penetração é via antena parabólica convencional, pela qual atinge cerca de 14 milhões de pessoas no interior do país.

OUTRO CANAL

Foice 1

O SBT notificou a Federação Paulista de Futebol (FPF), via Poder Judiciário, pedindo cópia do contrato firmado entre a entidade e a TV Globo. Até ontem de manhã, a FPF não havia dado resposta. O SBT se sente prejudicado pela federação, que assinou com a Globo pelo Campeonato Paulista de 2004. Avalia que tinha preferência pelo torneio.

Foice 2

Silvio Santos ainda não bateu o martelo, mas o SBT poderá abrir uma guerra de liminares pelas transmissões do Paulista-04. Certo, por enquanto, apenas que irá pedir na Justiça indenização por perdas e danos pelo campeonato de 2003, que tinha exclusividade contratual, mas que também foi exibido por Globo e Record.

Murchou 1

Deu 21 pontos no Ibope da Grande São Paulo, segundo dados preliminares, a exibição da comédia de situações ?Carol & Bernardo?, terça, na Globo. Dos programas que estão sendo testados para 2004, foi o de menor audiência até agora. ?Papo de Anjo? (dia 16), deu 26 pontos e ?A Diarista? (domingo), 34.

Murchou 2

?Carol & Bernardo?, sobre um casal inabalável, é ?muito TV
paga? para uma emissora como a Globo. Boa parte do público não
gostou mesmo. Tanto que o programa que o antecedeu, ?Casseta & Planeta?,
com 34 pontos de média, foi muito bem no Ibope _que na terça ainda
não sofria o ?êxodo? de final de ano.”

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem