Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES >

Reação no Rio fez empresa recuar (*)

Por lgarcia em 20/11/1997 na edição 34

“Na era da informática, os protestos de consumidores vão assumindo novos contornos, e a reação dos cariocas contra as mudanças feitas pela Net-Rio na programação em setembro foi um bom exemplo de que a Internet pode servir para a causa.

Depois de telefonar inúmeras vezes para o serviço de atendimento da Net-Rio, encontrando a linha sempre ocupada e vendo a empresa negar, pela imprensa, que estivesse desrespeitando os contratos, o historiador Carlos Kessel decidiu criar uma página na Internet chamada ?Eu odeio a Net-Rio?.

A iniciativa teve repercussão na imprensa e reforçou as críticas que já vinham sendo feitas pela coordenadora do Procon do Rio, Sônia Carvalho, que considerou a mudança ilegal. A Net-Rio recuou menos de um mês depois de ter feito as mudanças.

?Não tenho dúvida de que a empresa recuou por causa dos protestos?, diz Kessel. Assim que foi lançada, o home page (ver abaixo) começou a receber mensagens de clientes igualmente insatisfeitos. Até sexta-feira ele havia recebido mais de 100 mensagens e cerca de 1.200 visitas [13.248 em 18//1]. Segundo Kessel, a Net-Rio chegou a declarar logo após a mudança que a retirada da CNN em inglês havia sido feita por falta de acordo com a fornecedora americana. ?Mandamos e-mail para a Turner, dona da CNN, que desmentiu a informação?, afirma Kessel.

Para ele, a Internet permite unir os descontentes com agilidade e a custo mínimo, o que não seria possível com a criação de uma associação de consumidores, por exemplo, que necessita estrutura, investimento. ?Nesse sistema estamos livres da burocracia?, afirma. Na página, ele aponta as cláusulas do contrato que foram desrespeitadas e convoca os consumidores a fazer reclamações diretamente contra a empresa ou por meio do Procon e dos Juizados Especiais. Kessel vai manter a home page no ar.

Embora não pretenda militar em defesa de consumidores, ele estuda com amigos a possibilidade de criar em uma home page links que façam conexão com outras páginas de protesto de consumidores. Na home page contra a Net-Rio, ele escreve que a Internet permite ação mais rápida, ágil e bem-humorada do que as associações nacionais.

?É a cidadania digital, a ação direta do final do milênio?, afirma Kessel. Ele chamou os assinantes da Net-Rio que visitaram o site para festejar ?a vitória? no tradicional bar Lamas, sexta-feira [7/11] à noite. ?Estivemos juntos nessa briga e eu vou encontrá-los pela primeira vez?, disse Kessel na sexta à tarde.”

(*) “Home page contra empresa reforçou protestos no Rio – Cariocas mostraram que a Internet pode ser um meio ágil, barato e eficiente para defesa dos consumidores”, copyright O Estado de São Paulo, 10/11/97.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem