Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > AMÉRICA LATINA

Rede em ascensão

Por lgarcia em 28/02/2001 na edição 110

E-NOTÍCIAS

AMÉRICA LATINA

Jornalistas na América Latina cada vez mais abraçam a internet, tanto como instrumento de reportagem quanto como palco para exibir imagens, vídeos e matérias, segundo pesquisa da Kaagan Research Associates, publicada em 15 de fevereiro. Despreocupados com a possibilidade de a internet eliminar veículos de mídia tradicional, a maioria dos 700 jornalistas entrevistados rejeitou a idéia de que a distribuição online é um negócio ameaçado.

Segundo Michael Connor [Reuters, 15/2/01], nove entre dez repórteres, editores e diretores de redação disseram ter tido alguma experiência com trabalho na internet, ainda em desenvolvimento na América Latina, mas em crescimento vertiginoso. Cerca de 16,5 milhões de pessoas da região tinham acesso à internet no final de 2000, em comparação aos estimados 167,1 milhões da América do Norte, de acordo com a NUA Ltd., instituição de pesquisa com sedes em Dublin e New York.

Dois em cada três dos entrevistados prevêem que em cinco anos a internet será uma ferramenta de reportagem comum, tal como telefone ou caderno de anotações. Jornalistas que cobrem negócios, ciência e tecnologia, segundo a pesquisa, são mais voltados à internet do que os que cobrem política ou outras editorias.

Os jornalistas, igualmente selecionados de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela, disseram que seus empregadores comumente publicam seus trabalhos tanto na internet quanto em veículos tradicionais.

Volta ao índice

e-Notícias – próximo texto

e-Notícias – texto anterior

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem