Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1024
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Renúncia ao álcool

Por lgarcia em 03/04/2002 na edição 166

TELETIPO

Muito criticada desde que anunciou que veicularia comerciais de bebidas alcoólicas, há três meses, a NBC decidiu recuar. A rede tirou do ar anúncios da vodca Smirnoff após ser condenada pela Associação Médica Americana e ameaçada por 13 legisladores com uma regulamentação mais rígida da propaganda na TV. Informa a Reuters (20/3/02) que, para o grupo que representa os fabricantes de bebidas alcoólicas, a decisão foi resultado do lobby das cervejarias, um dos setores que mais gastam com publicidade. "Eles dizem que se renderam aos críticos", disse um porta-voz da associação. "Nós achamos isso também, mas é evidente que a cerveja quer o mercado para si."

A CNN desistiu do plano de arranjar patrocinadores para o CNN Student News, programa educativo que nunca veiculou comerciais desde a estréia, em 1989. A decisão agradou associações de pais e ativistas que viam a rede como alternativa ao Channel One, serviço que distribui equipamento de vídeo para escolas em troca da transmissão de seu programa, que exibe dois minutos de anúncios. David Bauder [AP, 24/3/02] conta que, embora a CNN defendesse que sua política era mais severa ? só aceitaria patrocínios de fundações sem fins lucrativos e corporações que apóiam iniciativas educacionais ? a tentativa foi muito criticada. "Não vale a pena", resumiu o porta-voz Brad Turell.

Todos os comentários

Siga o Observatório da Imprensa
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Termos de Uso
x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem