Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Repressão no Sudão

Por lgarcia em 15/01/2003 na edição 207

TELETIPO

Comunicado do governo do Sudão informa que o jornal al-Watan e a companhia que o controla foram fechados em "contexto de emergência e preservação da segurança geral". No dia 28/12/02 outros dois diários independentes do país não circularam porque as autoridades confiscaram toda a tiragem. O al-Sahafa tinha publicado um dia antes uma mensagem criticando a ampliação do estado de emergência no Sudão e o al-Hurreyah trouxe artigo acusando o governo de "vender a economia nacional sudanesa".

O Departamento de Estado americano criticou a decisão do governo cambojano de remover a programação americana de uma estação de rádio privada. A emissora Beehive FM-105 foi ameaçada de fechar caso não interrompesse a exibição de programas da Voice of America e Radio Free Asia, estações financiadas pelos EUA. Informações da Voice of America News [31/12/02].

Autoridades libanesas cortaram o sinal de transmissão por satélite do canal New Television (NTV) por causa de um programa que discutiria a situação política da Arábia Saudita e a relação do país com Washington e Bagdá. Funcionários da emissora contaram sobre ameaças de fechamento da emissora se transmitisse a atração ? um programa semanal de política chamado Bila Raqib ("sem censor"). Ibrahim al-Halaby, gerente-geral da NTV, disse que recebeu telefonemas de políticos dizendo que o programa "vai longe demais". "Estamos fazendo nosso trabalho. Não podem nos dizer o que deve ir ao ar." Segundo a Reuters [1/1/03], não há previsão para que o sinal de satélite seja restabelecido.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem