Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > CADERNOS DO CEAM

Revista sobre mídia e política

Por lgarcia em 05/12/2001 na edição 150

CADERNOS DO CEAM

Foi lançada em Brasília a revista "As Relações entre Mídia e Política" (Cadernos do CEAM, n. 6), uma publicação do Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política (NEMP) do CEAM/Universidade de Brasília. A publicação traz cinco artigos de pesquisadores do NEMP que, a partir de enfoques distintos, abordam a temática das relações entre a mídia e os processos políticos contemporâneos.

No artigo que abre a coletânea, com o título "A mídia brasileira e a eleição presidencial de 2000 nos EUA", Mauro Porto identifica as principais características da cobertura jornalística da eleição estadunidense pelo jornal brasileiro de maior circulação, a Folha de S. Paulo. A partir do conceito de "enquadramento" (framing), a análise de conteúdo das notícias ressalta como a cobertura da eleição norte-americana pela Folha foi caracterizada por uma forte ênfase no enquadramento "corrida de cavalos", que ressalta os resultados das pesquisas de intenção de voto e as estratégias dos candidatos, com pouco destaque para as diferenças substantivas entre as propostas e plataformas dos candidatos. A análise de conteúdo das notícias divulgadas durante o impasse na apuração dos votos identifica as principais interpretações apresentadas pelo jornal sobre os eventos e conflitos do período. Finalmente, as conclusões do artigo discutem a relevância dos resultados da pesquisa para os debates sobre o jornalismo brasileiro e seu papel político.

No segundo artigo da coletânea, "Conflito político e geração de sentido nas notícias: a saga do menino Elián", Luiz Gonzaga Motta ressalta como as notícias giram em torno do conflito, da anormalidade, do extraordinário. Segundo o autor, é o conflito e as tensões em torno dele que garantem à notícia as suas qualidades expressivas, trazendo para as notícias não apenas a objetividade da história, mas igualmente as subjetividades humanas. Para explorar estas qualidades subjetivas da notícia, relacionadas ao seu caráter narrativo, o artigo do prof. Luiz Gonzaga Motta faz uma análise da seqüência de notícias sobre o garoto cubano Elián Gonzáles, que ficou oito meses nas manchetes. Ele conclui que o real das notícias sugere inspirações para a constituição de universos imaginários.

Em "O jornalismo brasileiro representa quem?", Luis Felipe Miguel discute o papel do jornalismo enquanto representante das diferentes perspectivas políticas e sociais existentes na sociedade brasileira. Segundo o autor, tal representação é bastante enviesada, em prejuízo dos grupos dominados, por conta de características ligadas à estrutura de propriedade dos meios de comunicação de massa, à socialização profissional dos jornalistas e à dinâmica da competição mercantil.

No texto "A Cidade Visível: Violência na Agenda Pública do DF em 1998", Raquel Boing destaca como o tema da violência obteve o maior destaque entre as hard news nos veículos informativos analisados no período (o telejornal DF-TV/2a. edição e o jornal Correio Braziliense). O texto é uma parte adaptada da dissertação de mestrado defendida pela autora em junho de 2001 no departamento de Ciência Política da UnB. O argumento central é que a problematização da segurança pública no ano eleitoral derrubou o mito de Brasília como a "ilha da fantasia".

No texto que conclui a coletânea, "Históricos e Perspectivas: Uma Análise da Legislação e dos Projetos de Lei Sobre Radiodifusão no Brasil", Guilherme Canela de Souza Godoi faz um levantamento dos principais projetos de lei que versam sobre diferentes aspectos da legislação de radiodifusão e que tramitam atualmente no Congresso brasileiro. Comparando-os com os desenvolvimentos históricos da legislação do setor, o texto destaca os principais desafios que devem ser enfrentados ao se modificar o panorama legal existente. Conteúdo, propriedade, regulação e pluralização da programação são os principais temas que estão na pauta de discussão. Concluiu-se que, dado o elevado número de parlamentares que são, concomitantemente, radiodifusores, há uma tendência de manutenção do status quo. Não obstante, há projetos que apresentam propostas inovadoras, tanto do ponto de vista de seu conteúdo como de sua operacionalização.

Para obter mais informações sobre a publicação, consulte a home page do NEMP: <http://www.unb.br/ceam/nemp/index.html>.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem