Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Salamaleques a Calvino

Por lgarcia em 24/10/2001 na edição 144

LEITURA DE VEJA

Waldo Reis (*)

Foi interessante acompanhar a defesa dos Estados Unidos por Veja nestes últimos dias. A revista, ao defender os valores do capitalismo com ênfase, defendeu sem querer a ética protestante. Para quem não sabe do que estou falando, houve um sociólogo no começo do século, chamado Max Weber, que escreveu um texto intitulado "A ética protestante e o espírito do capitalismo" (recomendo a todos a leitura).

Weber mostra como as idéias dos reformadores, Calvino principalmente, de glorificação da riqueza, da usura, do lucro e do trabalho como coisas divinas caíram como uma luva para os empresários, moldando o capitalismo que hoje conhecemos. Em um trecho, Veja defende esta ética protestante ao criticar os ataques terroristas: "Uma sociedade em que os justos podem viver sem ser incomodados e os pobres têm possibilidades reais de atingir a prosperidade com o fruto de seu trabalho".

Para os protestantes, o rico é rico porque foi abençoado por Deus, pobre é pobre porque não possui a graça divina. Quando você vê um empresário dizer que chegou aonde está trabalhando, ele só repete inconscientemente esta ética protestante.

Na minha opinião, esta guerra entre EUA e bin Laden é o Mal contra o Mal, são duas morais se digladiando. Veja, ao assumir a defesa dos EUA, defende a moral capitalista, oriunda do protestantismo, ou seja, também uma moral religiosa.

(*) Email: <waldogrado@zipmail.com.br>

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem