Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

PRIMEIRAS EDIçõES > UNIÃO MALSUCEDIDA

Seattle Times insiste na separação

Por lgarcia em 14/10/2003 na edição 246

UNIÃO MALSUCEDIDA

A direção do Seattle Times anunciou que vai recorrer do veredicto do juiz Greg Canova, que proibiu a dissolução de acordo com o concorrente Seattle Post-Intelligencer (conhecido localmente como P-I ), segundo o qual o primeiro diário administra todos os setores do segundo, exceto o de produção de notícias propriamente. "Não temos alternativa, pois a decisão ameaça a saúde econômica de nosso jornal", explica o publisher do Times, Frank Blethen.

A união foi criada com base em lei que permite exceções na legislação antitruste, para que certos mercados locais continuem com, no mínimo, dois diários, dando opção aos leitores.

A família Blethen controla o Times, um dos poucos jornais americanos grandes a escaparem ao controle de corporações. Ela acredita que a Hearst Corp., dona do P-I, quer minar suas finanças para ficar com os dois jornais. O juiz Canova não aceitou o argumento de que o P-I prejudicou o Times em 2000 com seu déficit financeiro, porque, naquele ano, ele passou por uma greve de funcionários de 49 dias.

Agora, advogados da Hearst afirmam que o desempenho do P-I em 2001 também foi afetado pela greve e que, em 2002, o Times fez contratações excessivas para o P-I, apenas para causar prejuízo e desfazer o acordo. Com informações da AP [7/10/03].

Leia também

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem