Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Serviço eleitoral extinto

Por lgarcia em 29/01/2003 na edição 209

TELETIPO

O VNS (Voter News Service), consórcio de grandes emissoras de TV americanas e da agência AP para processar dados de pesquisas e prever resultados eleitorais, foi dissolvido. Após o fracasso nas eleições presidencial de 2000 e parlamentar de 2002, quando o sistema, ainda em fase de testes, deixou a imprensa sem dados confiáveis, começou discussão para definir qual seria seu destino. Segundo o New York Times [14/1/03], executivos envolvidos com o VNS garantem que ainda este ano será criada uma alternativa para as dezenas de veículos que dele precisam.

Leia também

O programa Frontline, do canal público PBS, filmará o julgamento de Cedric Harrison, de 17 anos, acusado de latrocínio. A mãe do garoto decidiu que, sendo seu filho condenado a morrer, que o fosse na frente de todo mundo. O juiz encarregado, Ted Poe, do condado de Harris ? onde com freqüência se aplica a pena capital ? autorizou a filmagem de todo o processo, incluindo seleção e deliberação do júri. Segundo o USA Today [15/1/03], a promotoria recorreu e um tribunal superior dará a palavra final. Jurados que assumiram que seriam influenciados pela presença das câmeras foram tirados do caso.

O correspondente do Repórteres sem Fronteiras em Bangladesh, Saleem Samad, foi solto após 50 dias de prisão por ter ajudado um time de jornalistas do Channel 4 que faziam um documentário no país. Embora a Suprema Corte tenha decidido que a detenção era ilegal e ordenado a liberação do jornalista em dezembro, só agora o governo de Bangladesh soltou Samad, preso em 29 de novembro. Informações do RSF [18/1/03].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem