Terça-feira, 25 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1043
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Shinika Sykes

Por lgarcia em 08/05/2002 na edição 171

OUVIDORES

"Observadores de mídia
se encontram em Salt Lake", copyright Salt Lake Tribune,
28/4/02

"Com os títulos de ombudsman, mediatrice (na França),
reader advocate (nos EUA), representante do leitor e provedor do
leitor (em Portugal), editor público e defensor del lector
(na Espanha), 35 integrantes da Organization of News Ombudsmen (ONO)
e convidados se encontram nesta semana na cidade de Salt Lake. O
Salt Lake Tribune é o anfitrião oficial da
conferência 2002 deste grupo internacional, cujo trabalho
é ajudar a redação a estabelecer ligação
direta com o público.

Presentes na reunião deste ano estão ouvidores dos
Estados Unidos, Canadá, Brasil, Inglaterra, Israel, México,
França, Turquia, Japão, Holanda e Coréia do
Sul.

A conferência de três dias começa na segunda-feira
com discursos, mesas-redondas, temas de pesquisa e propostas de
formadores de opinião da mídia, acadêmicos e
críticos. Entre os palestrantes estão Kathleen Hall
Jamieson, diretora da Escola de Comunicação Annenberg
e do Centro de Políticas Públicas na Filadélfia;
Bill Kovach, do Committee for Concerned Journalists; Dorothy Bowles,
professora de jornalismo da Universidade do Tennessee; e Mike Martinez,
natural do estado de Utah, advogado, comentarista de rádio
e jornal.

Edward Ted Pease, chefe do departamento de jornalismo da
Universidade Estadual de Utah, vai conduzir a discussão entre
editores de jornais ? James E. Shelledy (do
Tribune
), John Hughes (Deseret News), Ron Thornburg (StandardExaminer,
Ogden) e Chris Smart (Salt Lake City Weekly) ? sobre
jornalismo no ambiente religioso do estado. Outros assuntos são
a cobertura de suicídios e sugestões para a mídia
noticiosa; jornalismo e patriotismo após o 11 de setembro;
a percepção dos leitores em países islâmicos
seculares em resposta ao 11/9; e a questão: A "verdade"
é uma vítima no conflito do Oriente Médio?
Também na programação: censura em tempos de
guerra, estereótipos midiáticos de minorias e o crescimento
global de leitores de jornal.

Embora jornais empreguem a maioria dos integrantes da ONO, rádio,
televisão e organizações a cabo ? como National
Public Radio, a canadense Broadcasting Corp. e MSNBC.com ? também
têm ouvidores. O Tribune é um dos 38 jornais
americanos, incluindo Porto Rico ? entre os 1.520 diários
nacionais ? que tem um defensor do leitor. ONO, fundada em 1980,
ainda é uma organização principalmente americana,
mas que está crescendo em várias outras partes do
mundo. Atualmente, tem 72 integrantes.

O principal objetivo dos membros da ONO nos Estados Unidos é
aumentar a credibilidade e reagir à imagem de arrogância
ao tratar das preocupações dos leitores sobre precisão,
preconceito, tendenciosidade e a mistura de fatos e opinião.
Alguns integrantes de além-mar têm assuntos mais urgentes,
especialmente em nações em que leis e pressões
governamentais podem afetar diretamente as notícias. Mas
não importa onde trabalhemos ? Salt Lake, Boston, Londres
ou Tóquio ? descobrimos que os leitores têm preocupações
parecidas. As coisas que irritam leitores da Filadélfia também
ofendem os de Istambul."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem