Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > TECNOLOGIA

Sobrevivência ameaçada

Por lgarcia em 22/08/2001 na edição 135

TECNOLOGIA

As seções especiais dedicadas à tecnologia, que registravam todo o avanço e a fúria high-tech dos últimos tempos (e faturavam com anúncios de empresas pontocom), parecem estar com os dias contados. Os jornais, tentando resistir à crise do mercado publicitário e ao aumento dos custos de impressão, estão reavaliando o futuro destas editorias.

Muitos decidiram encerrá-las e espalhar artigos sobre tecnologia por outras partes do jornal, como o Houston Chronicle. Scott Clark, editor-assistente administrativo do Chronicle, considera que tecnologia se tornou assunto de domínio geral, "não mais restrito ao nicho de antes".

A indústria de publicações high-tech sofreu terrivelmente o declínio de anunciantes, analisa J. Michael Kennedy [Los Angeles Times, 14/8/01]. A Industry Standard, revista online que há um ano conquistava lucro recorde, perdeu mais de 70% dos anúncios, o que a levou a cortar metade da equipe ? 100 pessoas foram demitidas em janeiro e fevereiro.

Andrew Nachison, diretor do núcleo de mídia da organização sem fins lucrativos American Press Institute, acredita ser muito cedo para escrever o necrológio das seções high-tech. Mas acredita que a sociedade adote hoje uma postura "menos maravilhada" quando se trata de tecnologia.

Mike Langberg, editor de tecnologia do San Jose Mercury News, sustenta que estas seções, embora não consigam mais se manter com anúncios, são viáveis. "Haverá tanta tecnologia nova aparecendo nos próximos 10 anos que as pessoas vão precisar de ajuda", reflete.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem