Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > DANÇA DAS CADEIRAS

Susan Sachs

Por lgarcia em 08/08/2001 na edição 133

DANÇA DAS CADEIRAS

Gerald M. Boyd será o novo editor-geral do ?The New York Times?, copyright The New York Times / Último Segundo, 30/7/01

"Gerald M. Boyd, sub-editor-geral do ?The New York Times? nos últimos quatro anos, será o editor-geral do jornal em setembro.

A mudança foi anunciada na quinta-feira passada por Howell Raines, que assumirá, também em setembro, o cargo de editor-executivo.

Boyd, de 51 anos, vai substituir no cargo de editor-geral ? o segundo mais importante no jornal ? a Bill Keller, que se tornará colunista da página editorial e da ?The New York Times Magazine?.

Boyd veio para o ?Times? em 1983, trabalhando como repórter de política nacional e posteriormente como correspondente na Casa Branca. Em 1991, tornou-se editor-sênior, assumindo, gradativamente, posições de edição na sucursal de Washington.

Como editor de notícias da região de NY, Boyd dirigiu a cobertura do ?Times? sobre o atentado no World Trade Center, em 1993, que recebeu um Pulitzer por melhor reportagem local.

No ano passado, foi editor, juntamente com Soma Golden Behr, da série ?How Race Is Lived in América?, que abordava a experiência racial nos EUA e suas conseqüências. Por esta série, o ?Times? ganhou o Pulitzer de melhor reportagem nacional.

Como sub-editor-geral, era responsável pela supervisão das seções internacional, nacional, da região de NY e de Washington. Também participava das discussões sobre reportagens do dia-a-dia e da elaboração da primeira página.

O jornal ainda não divulgou seu substituto.

Boyd, que se tornará o primeiro negro a ocupar um dos dois cargos mais importantes do jornal, afirmou que estava honrado e muito feliz.

?Farei tudo que puder para manter nossa tradição e nosso lugar de jóia da coroa do jornalismo?, disse Boyd durante o anúncio de seu novo posto.

Raines, que afirmou conhecer Boyd há 18 anos, o elogiou dizendo que ele é um jornalista com uma grande habilidade para reportagem e um grande editor.

?Gerald é forte e tem um profundo compromisso com os ideais e valores do ?The New York Times??, disse Raines.

A escolha de Boyd está no meio de uma série de mudanças editoriais no ?Times? que se efetivarão em setembro. Raines substituirá Joseph Lelyveld, que está se aposentando, como editor-executivo, e Gail Collins, ex-colunista, se tornará editora da página de opinião, antigo posto de Raines.

Boyd se formou em jornalismo em 1973, na Universidade de Missouri, e começou sua carreira no ?The St. Louis Post-Dispatch?.

Em 1977, fundou a Associação dos Jornalistas Negros de St. Louis e foi seu primeiro presidente."

 

"The New York Times indica novo subeditor da página de opinião", copyright The New York Times / Último Segundo, 2/8/01

"Philip Taubman, editor-assistente da página de opinião do ?The New York Times?, foi indicado para o cargo sub-editor. Taubbman assumirá em março e substituirá Philip M. Boffey, que deve se aposentar.

A indicação foi anunciada na quarta-feira por Gail Collins, no seu primeiro dia como editora da página de opinião.

Taubman, de 53 anos, se tornou editor-assistente em novembro de 1994. Ele foi sub-editor da seção nacional do ?Times? entre 1993 e 1994 e sub-editor em Washington entre 1989 e 1992.

Taubman recebeu dois prêmios George Polk: um por uma reportagem, em 1981, sobre ex-agentes da CIA que trabalharam para a Líbia; e outro, em 1983, pela cobertura da política norte-americana na América Latina.

A nova editora da página de opinião, Collins, substituiu Howell Raines, que foi indicado, em maio, para trabalhar como editor-executivo. Raines assume em setembro.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem