Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Todo cuidado é pouco

Por lgarcia em 05/04/1998 na edição 42

Ancelmo Gois (*)

 

A

notícia da morte de Abraham Lincoln demorou treze dias para chegar à Europa. Já o recente estouro da Bolsa de Hong Kong abalou em poucos segundos todos os pregões do planeta. É o maravilhoso mundo novo das informações instantâneas. É uma conquista irreversível. Mas tem um problema. Rapidez e exatidão nem sempre andam de mãos dadas. Vale aquele velho adágio de que a pressa é inimiga da perfeição. Outro dia, o Globo ON, um dos bons serviços de informação on-line, divulgou que o escritor brasileiro Jorge Amado foi internado às pressas num hospital de Paris. Horas depois, esclarecia que tudo não passou de boato. Imagine o que sofreu, entre uma notícia e outra, um parente ou amigo próximo do escritor.

(*) Redator do Radar, revista Veja.

&nnbsp;

Eis a notícia e o desmentido do Globo On:

Jorge Amado é internado às pressas em Paris

Paris, 23 – O escritor brasileiro Jorge Amado foi internado hoje à noite num hospital desta cidade, porque passou mal logo após receber o título de doutor honoris causa na Universidade de Sorbonne.

Internação de Jorge Amado em Paris não passou de boato

Paris 23 – O próprio Jorge Amado desmentiu que tivesse sido internado num hospital depois de passar mal na Sorbonne, como foi noticiado mais cedo. De casa, o escritor falou há pouco pelo telefone com o correspondente do Globo na França, Ascânio Seleme.”

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem