Domingo, 27 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES > **

Veja vende linguagem "gostosa"

Por lgarcia em 16/10/2002 na edição 194

JORNALISMO & PUBLICIDADE

James Görgen (*)

Recebo um anúncio não solicitado em minha caixa postal eletrônica. A proposta é uma superpromoção para receber de graça quatro edições da revista Veja. Antes de remetê-la ao local de onde nunca deveria ter saído, parei para observar como o jornalismo e a publicidade às vezes povoam esferas totalmente díspares de percepção do mundo, e como a linguagem do marketing está voltando a ser o que era nos primórdios da propaganda brasileira, quando imperavam expressões como "agradecemos sua preferência" e "volte sempre". E, o pior, fazendo o jornalismo se travestir de princípios éticos e estéticos que muitas vezes o veículo não tem como sustentar.

Sem trocadilho, vejamos:

Dizem que a principal publicação informativa da Editora Abril tem, na classificação de seus homens da criação, quatro atrativos [veja íntegra abaixo]:

1. "Matérias atuais, jornalismo sério e confiável"

2. "Linguagem gostosa e objetiva"

3. "Assuntos que mexem com sua vida"

4. "Notícias dos quatro cantos do mundo"

Gostaria muito que a família Civita, ou seus homens de comunicação, me esclareçam:

** O que significa o adjetivo "gostosa" do item 2? Como Veja está longe de ser um pastel, como historicamente foi transformado outro gênero de publicações, concluo que "linguagem gostosa" é aquela que deglutimos quase absortos, saboreando palavras sem a devida "digestão" intelecutal. Mas deveria ser esta a função primeira do jornalismo? Alimentar nossos sentidos, como fazem as artes e o entretenimento, em lugar de estimular o raciocínio e a reflexão?

** No item 3, os "assuntos que mexem com sua vida" reforçaram a sensação de que a revista pretende mesmo me tirar do sério, invadindo meu cotidiano, provocando meus sentidos e dizendo-se capaz de abarcar a totalidade deste indivíduo leitor. No meu caso, prefiro me informar para que os assuntos não mexam com a minha vida, não me surpreendam de forma desagradável. Concordo que folheando Veja isso raramente acontece.

** Por último, prometem notícias dos "quatro cantos do mundo", ignorando que o mundo não tem mais apenas quatro cantos, mas todos quanto a internet e a informação instantânea que nos chega por diversas mídias podem entregar. Logo, o mundo inteiro recebo antes e em maior quantidade que o retângulo semanal de Veja pode me oferecer. Talvez a revista ganhasse minha simpatia se apresentasse os "quatro cantos" de uma forma menos cartesiana, ou pelo menos mostrando todos os quatro e não apenas o lado conhecido do Ocidente.

Inconformado com a falta de lógica de tudo isso que a publicidade oficial da revista elenca como qualidades, considerei estar contaminado, por princípio, o item 1 do anúncio. Voltei a olhá-lo com mais cautela. Afinal de contas, um jornalismo que prioriza a forma e pretende ser "saboroso" para ser mais facilmente deglutível poderia se auto-intitular "sério e confiável"? Deixar ao leitor esta classificação seria algo mais sensato e menos arrogante. E impedir que sua publicidade mergulhasse no lugar comum de adjetivos chavões e expressões batidas seria mais recomendado a um veículo tradicional e que se candidata a fazer "jornalismo sério".

Só não me peçam para não ser tão rigoroso porque tenho medo que amanhã ou depois um candidato a presidente ou um grande empresário peça o mesmo à Veja.

Se as considerações deste leitor não fizerem o menor sentido, também peço aos Civita que deixem de me levar a sério como consumidor, desistindo de mandar sua publicidade prec&aaacute;ria para minha caixa postal indefesa.

Do contrário, voltem sempre!


—– Original Message —–

From: Revista Veja <mailto:vejagratis@abrildirect.com.br>

To:

Sent: Wednesday, October 09, 2002 6:15 PM

Subject: Promocao : 4 edicoes gratis para voce!

Prepare-se para receber em sua casa durante 4 semanas:


    1. Matérias atuais, jornalismo sério e confiável
    2. Linguagem gostosa e objetiva
    3. Assuntos que mexem com sua vida
    4. Notícias dos 4 cantos do mundo


4 edições de VEJA sairiam por R$22,00! Para você, elas são grátis!

Caso opte por continuar recebendo VEJA após as 4 edições gratuitas, oferecemos mais algumas recompensas: assinatura 1 ano com 12% de desconto + 6 edições especiais anuais.

Você vai ver como compensou aceitar nosso convite e não vai querer mais abrir mão da sua revista de informação em casa.

É indispensável que você leia e entenda como funciona esta promoção:


    1. Para essa promoção é necessário que informe seus dados de entrega e cobrança. Esses dados são necessários caso queira continuar recebendo suas revistas sem perder nenhuma edição.
    2. Se decidir por não continuar recebendo VEJA, basta ligar na semana em que receber a 3? edição gratuita. Não se preocupe. Enviaremos um comunicado pelos Correios para lembrá-lo da semana.
    3. Essa promoção é pessoal, intransferível e válida se os dados referentes ao seu cartão de crédito ou conta corrente estiverem corretos.


Observações:

– Oferta válida até 03/10/2002

– Você receberá o primeiro exemplar em até 3 semanas.

– Oferta válida para um único pedido apenas.

– Para essa promoção é necessário informar seus dados bancários ou número de cartão de crédito.

– Se preferir, pode fazer seu pedido por telefone.

– A ligação é gratuita para 0800-7044770. – Na Grande São Paulo, 3990-2125. Ao ligar informe o código de oferta 43AC

Caso queria ser excluído desta lista, clique aqui.


(*) Jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem