Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

Programa nº 77

Mauro Malin

>>Alegria, alegria
>>Pede-se civismo

Por Mauro Malin em 19/08/2005 | comentários

Ouça aqui

Download

Alegria, alegria


O Painel da Folha de S. Paulo desta sexta-feira, 19 de agosto, avança léguas, em algumas notas, sobre o submundo das orgias em Brasília. Está cada vez mais difícil manter o assunto em low profile.


A elite e o submundo


Há no Brasil um problema que a crise do “mensalão” põe em evidência. Existe uma vasta, vastíssima zona cinzenta em que indivíduos das classes de renda alta e média e grupos do submundo se cruzam o tempo todo. É onde se acham serviços de contrabandistas, “piratas” de software e hardware, doleiros, prostitutas, traficantes de drogas ilegais, policiais, juízes e outras autoridades subornáveis. E onde empresas que já escorregaram para a informalidade dão mais um volta no parafuso e compram matéria-prima ou mercadoria roubada. Sem falar na extensão da lavagem de dinheiro, maior do que se imagina.


Pede-se civismo


O Alberto Dines propõe a instituição de um prêmio para o veículo que fizer editorial propondo que o governo use em atividades urgentes o dinheiro do rompido contrato com Duda Mendonça. Fala, Dines.


Dines:


− Mauro: os meios publicitários ontem estavam excitadíssimos com a noticia de que as empresas de Duda Mendonça perderam o contrato de 150 milhões de reais por ano com a Presidência da República. Evidentemente, alguém vai abiscoitar, se não toda, pelo menos grande parte desta apetitosa verba de publicidade. Mas será que não seria mais útil investir esta dinheirama em programas sociais ou obras de infra-estrutura?


Claro que atrás do apetite das agências de publicidade está também o apetite dos departamentos comerciais das empresas de comunicação. É a mídia que veicula esta publicidade e recebe grande parte desta verba. Resta saber se algum veículo de comunicação terá coragem de escrever um editorial sugerindo ao governo que destine estes 150 milhões de reais para outros fins que não a publicidade ou o marketing. Sugiro aos leitores mais atentos que façam um monitoramento a partir de hoje. O veículo que assumir esta heróica posição merece o Prêmio Nacional de Civismo. É bom não esquecer que o valerioduto começou com contratos de publicidade oficial e acabou no mensalão.



Em Minas Gerais


Como é vivida fora do circuito Brasília-São Paulo-Rio a crise do “mensalão”?


O editor de política do Estado de Minas, Rodrigo Gini, constata que o sentimento dos leitores do jornal é, como no país inteiro, de indignação. Rodrigo pensa que o público anda meio perdido com o excesso de informação, denúncias que se misturam.


“A imprensa cumpre um papel interessante”, diz o jornalista, “mas acaba saturando o leitor”. A tiragem do jornal, cuja média varia entre 95 mil e 100 mil exemplares e havia caído em junho, em comparação com maio, segundo o Datafolha, está aumentando, diz Rodrigo Gini.


Crase humilhante


Como dizia Ferreira Gullar, a crase não foi feita para humilhar ninguém, mas hoje há uma de lascar num título da página 7 da Gazeta Mercantil: “Empresário prefere Alckmin à Serra”. Esse “a” aí é só uma preposição, gente, não tem contração com artigo. Se tivesse, seria “ao Serra”. Ou Serra teria que ser sobrenome de uma mulher.


Cheiro de PRI mexicano


Clovis Rossi revela hoje na Folha de S. Paulo que o presidente Lula tem tido contato com o povo em verdadeiras “cidades cenográficas”, em atos de massa de mentirinha. Rossi alude às técnicas do PRI, Partido Revolucionário Institucional, quando estava no poder.


Em 1976 um amigo meu resolveu entrar num comício do PRI na Cidade do México, para ver como era um ato do partido que fez a primeira revolução do século XX. Descobriu que os funcionários tinham sido liberados e levados em ônibus para o grande teatro. A horas tantas, cansou-se da discurseira e se virou para as portas por onde havia entrado. E então descobriu que não podia sair. Seguranças grandalhões estavam lá postados e um lhe disse: “Ninguém sai antes do fim”.

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/05/2006 JOSÉ HOLANDA DE SOUZA FILHO ´HOLANDA

  2. Comentou em 05/05/2006 marcia aquino

    quero me conectar a radio

  3. Comentou em 04/05/2006 gustavo gus

    gabrielxxl diz:
    caiu a comequicam

  4. Comentou em 04/05/2006 gustavo gus

    gabrielxxl diz:
    caiu a comequicam

  5. Comentou em 01/05/2006

  6. Comentou em 27/04/2006

  7. Comentou em 26/04/2006

  8. Comentou em 25/04/2006 sonia maria maria de melo

  9. Comentou em 25/04/2006 lider fm

  10. Comentou em 23/04/2006 Helena Machado de Almeida Machado

    Radio cidade 104,9fm.
    cidade de ouvidor go.
    ofereço uma música para Sebastião.
    com rio negro e solimões.
    titulo balança mais não cai.
    na hora da manhã.

  11. Comentou em 19/04/2006

  12. Comentou em 12/04/2006 alan junior castilho junior

    curtir as noitadas da baladas

  13. Comentou em 08/04/2006

  14. Comentou em 08/04/2006 eronaldo galdino dias galdino

    não consigo estas musicas, por favor me ajude no que preciso.

    obrigado, estou aguardando a resposta> !!!!!!!!

  15. Comentou em 05/04/2006 luiz

  16. Comentou em 27/03/2006 arapuA FM

  17. Comentou em 24/03/2006 sechupa

  18. Comentou em 20/03/2006 Jefferson Oliveira

    Gostaria de informações a respeito da radio cidade fm 102,9, pois sou ouvinte da rádio em questão e a frequencia da mesma está sintonizando a rádio oi fm que está anunciando a esta frequencia, e desde então não consegui mais sintonizar a rádio cidade.
    Atenciosamente,
    Obrigado.

  19. Comentou em 20/03/2006 Jefferson Oliveira

  20. Comentou em 18/03/2006

  21. Comentou em 05/03/2006

  22. Comentou em 03/03/2006

  23. Comentou em 26/02/2006 Marcelo ribeiro da silva

  24. Comentou em 21/02/2006

  25. Comentou em 21/02/2006 radiomundfial

  26. Comentou em 18/02/2006 ana luiza

  27. Comentou em 12/02/2006 jaqueline marmello

  28. Comentou em 31/01/2006 Claudio de sousa Sousa

    Gostari de saber comentarios a respeito do Show banda calypso em taguatinga Brasilia sei que estiverao no Show

  29. Comentou em 30/01/2006 solange duarte

    pastor que deus abençoe sua familia e esta radio a 5 mes tento ligar para colocar os nomes na horação das 3horas da manhã pois ñ consigo meu nome solange da cruz duarte quero colocar o nome do meu filho marcio da cruz duarte ele e pm minha filha marcia da cruz duarte eric bueno galante

  30. Comentou em 30/01/2006

  31. Comentou em 28/01/2006 nacional amazonia

  32. Comentou em 25/01/2006 meire codato

    mande para mim o site de uma radio ou jornal de itapetininga

  33. Comentou em 08/01/2006 maida maria martins

    adoro a radio estou longe mas estou morrendo de saudades.Gostaria muito que LUIZ MONTES mandasse uma musica exclusiva para mim. Muitos beijos…assinado EU.

  34. Comentou em 08/01/2006 gilson crispim de paula gomes

  35. Comentou em 07/01/2006 fabio pinto

  36. Comentou em 01/01/2006 Eliane da silva SILVA

    oi quero emvia musica para a minha
    maê em riotintona paraiba de seus filhosque moram em sp

  37. Comentou em 01/01/2006 Eliane da silva SILVA

    oi quero emvia musica para a minha
    maê em riotintona paraiba de seus filhosque moram em sp

  38. Comentou em 29/12/2005 eldorado

  39. Comentou em 18/12/2005

  40. Comentou em 06/12/2005 cristian pontes

    Caramba sempr e a mesma demora para entrarb no radio terra.
    porque?

  41. Comentou em 04/12/2005

  42. Comentou em 27/11/2005

  43. Comentou em 25/11/2005 claudio alves

  44. Comentou em 25/11/2005 claudio

  45. Comentou em 22/11/2005 jair almeida

    olá galera, eu denovo me chamo jair , mande um beijo pra todas as gatas em sintonia ok!!!!!

  46. Comentou em 22/11/2005 jair almeida

    olá galera da radio trnscontinental, gotaria que falassem de min pras gatas que estiverem afim de um morenão em sua vida!!!! alÔ cajibrina é nóis

  47. Comentou em 20/11/2005 anderson

  48. Comentou em 15/11/2005 alexandre magno borges da cruz

    gostaria de deixar no ar a fraude rola nos concursos publicos,pois fiz o ultimo concurso que teve para a infra-aero para brigadista de incendio,passei em primeiro lugar,ja se faz um ano e meio e ate hoje nao fui chamado.Um concurso deste porte era para chamar pelo menos um aprovado,voces nao acham? Ando desacreditado,acho que estes concursos sao apenas para enganar o povo e pegar o pouco dinheiro que temos.Peco a voces uma ajuda paraver a situacao deste concurso,obrigada Alexandre.F3436-98-37

  49. Comentou em 14/11/2005

  50. Comentou em 02/11/2005 jackson santos

    gostaria d ouvir radios de lá.

  51. Comentou em 19/08/2005 rodrigo siqueira

    Caros,
    para não perder o fio da meada, seria de bom grado iniciarmos uma análise em perspectiva histórica sobre a atuação da mídia brasileira na atual crise. E em relação a todas as crises que envolvem o secular jogo do poder brasileiro. Faço-me sempre a mesma pergunta: Quem representa quem nisso tudo? Ou quem media em favor de quem? Não vejo o leitorado, ou o cidadão como beneficiário final. Há sim ganhos parciais, mas o avanço poderia ser maior se tocássemos nas estruturas das relações de poder, com a mídia incluída nessas relações. Hoje estava na periferia de São Paulo, falava com um grupo de rappers, pobres, pretos, favelados e a reação deles à crise é supreendente (ou realista). De dentro da experiência de seus barracos ou do corpo a corpo com a polícia, relataram-me o que todos sabemos: o poder no Brasil existe para manter privilégios dos ricos. Repito o que tenho dito, o Brasil e sua mídia esmeram-se na arte de espantar as moscas e preservar o estrume. Sei que a situação é de monumental crise, mas qual tacada hitórica está sobre a mesa? O sentimento na favela é esse: mais uma sinuca de bico. E os donos da bola retomam o jogo.

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 2625 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem