Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

Programa nº 176

Mauro Malin

>>As verdades de Dirceu
>>O balé das barrigas

Por Mauro Malin em 05/01/2006 | comentários

Ouça aqui

Download

As verdades de Dirceu


Não é fácil a vida do presidente Lula. Da operação tapa-buracos não se consegue esconder a face oportunista. Os jornais não deixaram um só dia de dar notícias sobre novas denúncias de corrupção e irregularidades. Hoje o Estadão fala da Petrobrás.


O ex-ministro José Dirceu ainda pondera se pretende ou não contar toda a sua verdade num livro que deve começar a escrever. Se o fizer, é guerra com o presidente.


A Casa vazia


Há vinte dias começou a convocação extraordinária do Congresso Nacional e há vinte dias o Jornal Nacional, da Rede Globo, martela imagens dos corredores vazios.


Delfim com Lula


A Gazeta Mercantil informa nesta quinta-feira, 5 de janeiro, que o presidente Lula discutiu com o deputado Delfim Netto sua ida para o governo, na Fazenda ou no Planejamento. Sem comentários. Por enquanto.


O balé das barrigas


O Alberto Dines comenta uma notícia falsa e outras possíveis “barrigas”.


Dines:


– O leitor com certeza sabe o que significa “barriga” no jargão jornalístico, é uma notícia falsa, inventada ou não mas falsa. O ano mal começou e já temos uma monumental barriga. Talvez até duas. A primeira, lamentavelmente, já está confirmada e foi veiculada ontem por grandes jornais norte-americanos. Trata-se do suposto salvamento milagroso dos 12 mineiros soterrados por uma explosão numa mina de carvão na Virgínia. Onze mineiros estavam mortos. Na ânsia de dar uma boa notícia, as equipes de socorro e a direção da mina acabaram exacerbando a tragédia. A mídia foi atrás.


A outra candidata a barriga foi veiculada ontem pela Reuters: um documentarista alemão está querendo provar que o serviço secreto cubano encarregou Lee Oswald de assassinar o presidente Kennedy em Dallas 1963. Ao contrário da barriga de Veja veiculada em outubro passado de que a candidatura de Lula recebeu dois milhões de dólares do governo cubano, este documentário alemão foi exaustivamente pesquisado ao longo de três anos em diversos países. Ao que tudo indica o sucessor de Kennedy, o texano Lyndon Johnson, mandou abafar as investigações sobre a conexão cubana porque se fosse verdade criaria uma tremenda crise internacional nos primeiros dias da sua administração. Esperemos que agora não aconteça algo parecido na direção contrária: que outro texano, George W. Bush, resolva fazer um escarcéu contra Cuba apenas para reverter seus desastrosos índices de popularidade. No meio de tantos desastres esta nova “barriga” seria uma catástrofe.


Trem do medo


Na França, o governo escondeu do público, e da imprensa, um arrastão num trem de Nice para Lyon promovido por bêbados no primeiro dia do ano. Está no Globo de hoje, tradução do espanhol El País.


Distração alcoólica


Do ponto de vista deste Observatório, o que mais intriga no aumento do álcool é que a imprensa tenha sido tão surpreendida quanto os motoristas que voltaram a comprar carro a álcool. E havia uma pauta colocada desde que o Globo, pouco antes do fim do ano, deu manchete com a declaração do ministro das Minas e Energia, Silas Rondeau, de que não haveria aumento do preço de combustíveis em 2006.


Futebol de várzea


Ricardo Neves lança hoje pela Editora Senac-Rio o livro Pegando no Tranco – O Brasil de um jeito que você nunca pensou. Ele se empenha em desmontar mitos. Ricardo Neves faz uma avaliação do trabalho da imprensa na cobertura da crise do “mensalão”.


Ricardo:


– A mídia está fazendo um trabalho muito bom de monitorar os fatos visíveis. [N]Isso, indiscutivelmente, a imprensa brasileira é muito boa. Você nota claramente, inclusive, que os jornalistas são muito menos “empulháveis” por versões oficiais do que no passado, ou do que em outras partes do planeta. No entanto, o que está faltando é um trabalho de inteligência para entender como as coisas começaram, como é que foi-se criando uma sinergia de interesses para resultar nas coisas que estão acontecendo.


A imprensa faz um trabalho parecido com o futebol na várzea. Vai todo mundo em cima da bola.


Propaganda eleitoral


O Estadão revela hoje como o governo Lula preparou propaganda oficial para jogar em seis estados governados por possíveis candidatos a presidente. É raro a imprensa fiscalizar uma coisa tão evidente como a propaganda oficial.


Fraudes privadas


Manchete do jornal Valor denuncia fraudes fiscais em fusões e aquisições. É mais uma contribuição da iniciativa privada para a temporada de escândalos.

Todos os comentários

  1. Comentou em 05/01/2006 Rodrigo Siqueira

    Mauro,
    a bola atravessa a área da várzea e deixa duas questões quicando junto a uma outra que já está posicionadíssima na lama da zona do agrião. 01. A Casa Vazia: queria saber mesmo sobre a presença, em janeiro, dos deputados que advogaram tão nervosamente pela convocação extraordinária. 02. A Barriga: continuo acreditando que as coisas devam ter nomes. No caso da Veja, barriga tem outro nome: é ‘Má Fé’, ou é ‘Mentira’, ou é ‘Golpismo’. Ou tudo junto. 03. A Nossa Caixa: queria saber quem são os parlamentares paulistas enlameados pela grana da publicidade da Nossa Caixa que têm ligações com jornais, rádios e revistas. E queria saber quais são as ligações. E queria saber também quais são os jornais, rádios e revistas que estão envolvidos no esquema. Até desconfio, mas parece que nenhum jornalista conseguiu descobrir esses nomes. Ou talvez não tenham interesse e coragem em explicitá-los.

  2. Comentou em 05/01/2006 José Carlos dos Santos

    Por que juntar num mesmo espaço, em que você fala de supostas irregularidades nesse governo, notícias sobre os contratos das Termelétricas que foram assinados nas temerosas administrações indicadas por FHC, afinal a César o que é de César. Colocar coisas distintas da forma como você fez é mau jornalismo.

  3. Comentou em 05/01/2006 taciana oliveira

    Essa notícia sobre Lula/Delfim não é um barrigão? Por favor, diga que sim!!!!!

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 2625 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem