Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

Programa nº

>>Debate decisivo
>>Olhares estrangeiros

Por Mauro Malin em 26/09/2006 | comentários

Ouça aqui

Download

Demora pode custar caro


Se a demora para rastrear a origem do dinheiro do dossiegate for catimba da Polícia Federal e da Fazenda, funciona bem com vitória no primeiro turno. Mas, como opina hoje o Globo, será um complicador caso haja segundo turno.



Vices e suplentes


Leitor, responda rápido: quem é o candidato a vice-presidente de Geraldo Alckmin? Quem é o o candidato a vice-governador de Aécio Neves? Quem é o suplente do candidato à reeleição Eduardo Suplicy? Você deveria saber. Há dez anos, Geraldo Alckmin era apenas o obscuro vice-governador de Mário Covas.



Infomercial na CNN


A CNN foi acusada de vender conteúdo editorial do programa Pulse on America, a ser transmitido em outubro. A denúncia foi comentada ontem no boletim eletrônico da Columbia Journalism Review. Uma empresa pagou 19 mil dólares pelo que é chamado de “infomercial”, seja lá o que isso for.


Debate decisivo


O jornalista Francisco Pedro do Couto chama a atenção para a importância do debate de quinta-feira na Rede Globo.


Couto:


– Eu acredito que o debate de quinta-feira vai definir de maneira absoluta se haverá ou não segundo turno nas eleições presidenciais. A maioria absoluta é de três pontos. Não havendo um debate como o da Globo seria uma diferença substancial. Mas havendo o debate da Globo com, no mínimo, a metade do eleitorado brasileiro diante da tela… Ninguém vai pensar que o debate seria capaz de inverter as posições. Botar o Lula, que está na frente, em segundo, e o Alckmin, que está em segundo, em primeiro. Não é isso. Não há nenhum veículo de comunicação suficientemente forte a esse ponto, a não ser que houvesse um fato mais forte ainda. Porque a mídia é um espelho do que acontece. Ela não produz a realidade. Ela não pode inverter tendências diametralmente opostas. Ela pode ressaltar fatos em determinada direção. Os fatos predominam sobre o que é exposto. Mas é preciso considerar que a exposição pela Rede Globo é uma exposição enorme.


Mauro:


– A Folha diz hoje que Lula poderá ir ao debate. Valeu a pena toda a encenação que a Globo fez com candidatos nanicos em troca da ausência deles.


Olhares estrangeiros


[Problema técnico impediu a transmissão desta nota pela Rádio Cultura FM de São Paulo.]


Alberto Dines anuncia debate com correspondentes estrangeiros no Observatório da Imprensa de hoje à noite na televisão.


Dines:


– A palavra aloprado vai entrar para o nosso dicionário político ou talvez até mesmo converter-se em nome de capítulo da nossa história. Foi usada pelo presidente Lula, ontem, ao referir-se aos seus companheiros de partido que produziram o dossiê divulgado pela IstoÉ. Mas, ao mesmo tempo em que condena a fraude, o presidente tenta desqualificar a imprensa designando-a como partido político a serviço das elites. Estamos acostumados com esta esquizofrenia, mas como é que a imprensa estrangeira vê este clima eleitoral tão tenso se comparado com a relativa tranqüilidade do pleito anterior? Hoje à noite no Observatório da Imprensa teremos a opinião de oito correspondentes estrangeiros sobre o papel da mídia e as eleições de domingo. Não esqueça: na rede Cultura às 23:40; na Radiobrás e na rede da TV-E, ao vivo e mais cedo: às 22:50.


Mauro:


– Dines é um dos ouvidos hoje em reportagem do Globo sobre as acusações do presidente Lula e do PT contra a imprensa, que tanto os ajudou em sua trajetória.


Publicidade retardada


[Problema técnico impediu a transmissão desta nota pela Rádio Cultura FM de São Paulo.]


O UOL não se deu o trabalho de refazer anúncio de um minuto que apresenta diariamente, há meses, durante o Jornal da Band.


Apresentadora: “Com UOL você pode [….] ouvir suas músicas preferidas, [….] conferir os gols dos principais campeonatos do Brasil e da Europa e, claro, seguir todos os lances e gols da Copa do Mundo na Alemanha. Não perca tempo, hein, ligue agora, porque a promoção é por tempo limitado”.


Mauro:


– A Copa do Mundo terminou há quase dois meses e meio. Imagine, ouvinte, se a promoção não fosse por “tempo limitado”.


Faroeste paranaense


A Associação Nacional de Jornais condenou ontem pressões do candidato à reeleição no Paraná, Roberto Requião, contra jornalistas que apuram escutas telefônicas ilegais praticadas por um funcionário do palácio durante seu mandato.


Proeza petista


Enquanto o papa briga com Maomé, Lula e Fernando Henrique invocam Cristo e o diabo, a melhor tirada foi de José Serra, no estilo de Millôr Fernandes: o PT conseguiu desmoralizar até o escândalo.


# # #


Outros tópicos recentes


De Alberto Dines


Jornalismo fiteiro, momentos finais


O publico como elemento ativo. E consciente


Estranhamento é o caminho da inovação


 Do blog Em Cima da Mídia


Roberto Jefferson diz que estopim foi Furnas


Piracicaba na Berlinda


Responder com perguntas


PCC pela rama


Mundo digital atropela revistas de História

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 2625 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem