Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

SAíDAS PARA A MíDIA > NOTAS DE UM LEITOR

A imprensa como ‘guardiã do poder’

Por Luiz Weis em 30/01/2006 na edição 366

‘Nenhum jornalista pauta conscientemente os seus textos pelos interesses das grandes corporações. Ainda assim, por um processo darwinista de seleção, os dissidentes, embora sobrevivam em bolsões, jamais chegam a tomar decisões editoriais ou escrever colunas regulares.’

‘Jornalistas raramente tomam a iniciativa de ir atrás das notícias. Eles permitem que grupos de pressão, companhias, sindicatos, políticos e, acima de tudo, governos definam a agenda (do que é ou não notícia). Organismos oficiais são tratados como fontes-padrão de informações.’

Esses dois contundentes comentários são do inglês Peter Wilby. Ele parece saber do que está falando. São passagens da resenha que escreveu para a revista New Statesman sobre o livro Guardians of power: the myth of the liberal media (Pluto Press, 241 páginas, £ 14,99).

‘Todo jornalista deveria lê-lo’, argumenta Wilby, ‘porque os autores construíram uma avaliação (da imprensa) que clama por uma resposta’.

A resenha é convincente. Fica a dica.

Todos os comentários

  1. Comentou em 10/08/2009 Tacianna Lopes

    Gostaria de saber se vcs podem me ajudar .Gostaraia muito de colocar o comentário do Jornalista Alexandre Garcia no jornal aqui de nossa Emissora , Rádio Sertânia FM, da cidade de Sertânia em Pernambuco, vocês sabem nos i8nformar como devemos fazer ?

  2. Comentou em 02/02/2006 Luiz Paulo Santana

    Prezado Fábio de Oliveira Ribeiro: seria muito bom que a sociedade já possuísse um mecanismo suficientemente forte e respeitável de, digamos, ‘denúncia pública’ dos fatos que consubstanciam notícias de interesse geral. Talvez caminhemos para algo assim, a partir da internet. Por enquanto, não há nada que substitua a mídia tradicional nessa função, com todos os defeitos e vulnerabilidades que se agravam com o andar da carruagem.
    Por menos que conheça os autores citados parece-me haver convergência nas observações feitas pelos articulistas, inclusive as suas.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem