Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

MONITOR DA IMPRENSA > Índice Torabit

Zero Hora mantém liderança e Exame vai para o segundo lugar

Por Caio Túlio Costa em 04/04/2017 na edição 939

Com 2,95% na média da taxa diária de engajamento nas redes sociais, o gaúcho Zero Hora manteve sua liderança no mês de março de 2017 entre os doze veículos monitorados pelo Torabit.

A surpresa ficou por conta da Exame, que conquistou o segundo posto, com 2,91%, um pouco acima do Estadão (2,74%).

Até o mês passado, havia mais de 12 meses, era o Estadão que vinha dividindo a liderança com Zero Hora.

Como de costume, foi o bom desempenho no Instagram que o puxou o Zero Hora para o primeiro lugar – a taxa média diária nesta rede foi de 6,12%, a maior entre os pesquisados.

Embora com desempenho fraco no Instagram (0,88%), Exame apresentou uma excelente taxa média no Facebook, 7,77%, a maior entre os doze, Exame já havia surpreendido no mês anterior ao conquistar o terceiro lugar.

Mas o veículo que mais fez crescer sua taxa de engajamento, apesar de não ter página no Instagram,  foi o Valor. Fez subir em mais de 82% sua taxa de fevereiro para março. A taxa média mensal pulou de 0,17% para 0,31%.

O segundo que mais cresceu foi o UOL com desempenho quase 38% maior de fevereiro para março. Veio de 1,32% para 1,82%.

Quem mais teve queda na taxa foi a Folha, que caiu de 1,89% para 1,23%, perdendo quase 35% na taxa média mensal.

Se a Exame foi a campeã no Facebook, o melhor desempenho no Twitter foi o do UOL, com 0,55% de taxa média.

No Instagram, o destaque fica para o Zero Hora, com 6,12%.

Sobre o ranking do Torabit

Este ranking é produzido mensalmente pelo Torabit, uma plataforma de monitoramento, análise e mobilização nas redes sociais.

A média diária de engajamento se refere às redes Facebook, Twitter e Instagram.

A taxa de engajamento mede diariamente o quanto os leitores de cada veículo gostam, comentam ou compartilham os seus conteúdos.

Para calcular a taxa de engajamento diária, o Torabit utiliza uma fórmula bastante simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores do veículo nessa rede ao final de cada dia. O resultado, em percentual, é o índice diário de engajamento em cada rede. A taxa de engajamento num período é a média das taxas de engajamento de cada dia do período.

Para compor o índice final, calcula-se a taxa média, nada menos do que a soma das taxas médias mensais obtidas por cada veículo dividida pela quantidade de redes – três, neste caso.

O resultado, em percentual, permite comparar qual leitorado é mais ou menos engajado em relação aos conteúdos ofertados nas páginas oficiais de cada veículo em cada uma das plataformas sociais analisadas.

***
Caio Túlio Costa é jornalista, escritor e ex-ombudsman da Folha de São Paulo

 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem