Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº975

TV EM QUESTãO > TV POR ASSINATURA

Anatel cobra mais qualidade no serviço

Por Mônica Tavares em 02/10/2012 na edição 714
Reproduzido de O Globo, 28/9/2012; título original: “Anatel cobra mais qualidade no serviço da TV por assinatura”

As empresas de TV por assinatura terão que apresentar em 30 dias planos de ação e de investimento para melhorar a qualidade dos serviços. A exigência foi feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) depois de se reunir ontem com os representantes de GVT, Claro TV (Embratel), Net, Oi TV e Sky. Na próxima semana, deverá ser realizada reunião com TVA e Telefônica Digital.

O superintendente de Serviços de Comunicação de Massa da Anatel, Marconi Maia, disse que a agência identificou que, apesar do setor estar crescendo na faixa de 30%, “um nível chinês” as reclamações estão aumentando na proporção de 100%, o que é inaceitável para um crescimento de 30%. As queixas em relação à qualidade do serviço, que em janeiro do ano passado chegavam a 7 mil, em abril deste somaram 13 mil, contou Maia, especialmente contra Oi, TVA e Sky. “As reclamações subiram 102% entre julho de 2011 e julho de 2012. A campeã é a cobrança errada.”

GVT com suporte precário

Maia informou que a GVT, a primeira a se reunir com os técnicos da Anatel, teve problemas muito graves em Belo Horizonte, onde a empresa terceirizou os profissionais destinados a fazer reparos técnicos. “Os profissionais não estavam habilitados a atender os assinantes, a prestar o suporte técnico.” Na Claro TV, o problema são os erros em conta, superiores à meta da Anatel de 0,65 por mil assinaturas. E, na Net, erros na cobrança são igualmente um grande alvo de queixas. Ao ser perguntado sobre possíveis punições, disse que as empresas de TV paga têm que apresentar os planos de ação. Caso não cumpram a determinação, a agência abrirá processos administrativos.

O vice-presidente da Net, Daniel Barros, disse que a empresa entende que prestação de serviço e atendimento tem sempre o que melhorar. Ele explicou que a maioria da equipe de reparos é da própria empresa, mas que pretende fazer investimentos em treinamento de pessoal.

A GVT, por meio de sua assessoria, informou que vai atender “integralmente a solicitação” da Anatel, de apresentar em 30 dias plano de ação e de investimentos para aperfeiçoar seus serviços de TV por assinatura. A Embratel (Claro TV) decidiu não se pronunciar sobre a reunião com a Anatel.

***

[Mônica Tavares, de O Globo]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem