Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

TV EM QUESTãO > HISTÓRIA DA TELEVISÃO

O que a televisão proporcionou à humanidade

Por Antonio Paiva Rodrigues em 06/08/2013 na edição 758

“Tínhamos que celebrar a volta deste seu irmão e alegrar-nos, porque estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi achado” (Lc 15,32). “[Davi] sua dinastia e seu reino permanecerão para sempre diante de mim, o seu trono será estabelecido para sempre (2Sm 7,16)”.

O longo processo científico e técnico que começa no ano de 1817, com o descobrimento pelo químico sueco Jacob Berzelius, no período de 1779 a 1848, das propriedades do selênio (elemento cuja condutividade elétrica aumenta com a luz que recebe), e que se encerra com as experiências do engenheiro Vladimir Kosma Zworykyn (1989), norte-americano de origem russa, do inglês Logie Baird (1888-1946) e do alemão Paul Von Nipkow (1860-1940), culminou com a aparição no mercado dos aparelhos de televisão que podem ser manejados por uma criança com a mesma facilidade com que se maneja um interruptor de luz. Televisão vem do grego tele-distante e do latim visione-visão; é um sistema eletrônico de reprodução de imagens e som em forma instantânea.

Funciona a partir da análise e conversão de luz e do som em ondas eletromagnéticas e de sua reconversão em um aparelho (o televisor) que às vezes recebe erroneamente também o mesmo do sistema ou pode ainda ser chamado de aparelho de televisão. As câmeras e microfones captam informações visuais e sonoras que são em seguida convertidas de forma a poderem ser difundidas por meio eletromagnético ou elétrico, via cabos, o televisor ou aparelho de televisão capta as ondas eletromagnéticas e através de seus componentes internos as converte em imagem e som. Como vocês podem notar o invento da televisão pode ser atribuído a três cientistas: Jacob Berzelius (1779-1848); Vladimir Kosma Zworykyn (1889) e Paul Von Nipkow (1860-1940), sueco, norte americano de origem russa e alemão respectivamente.

Conforme nos coloca à disposição o site Wikipédia, em 1923 Vladimir Zworykin registra a patente do tubo iconoscópico para câmaras de televisão, o que tornou possível a televisão eletrônica.

Som e imagem

O primeiro sistema semimecânico de televisão analógica foi demonstrado em fevereiro de 1924 em Londres, e, posteriormente, imagens em movimento em 30 de outubro de 1925. Um sistema eletrônico completo foi demonstrado por John Logie Baird e Philo Taylor Farnsworth em 1927. O primeiro serviço analógico foi a WGY em Schenectady, estado de Nova York, inaugurado em 11 de maio de 1928. Os primeiros aparelhos de televisão eram rádios com um dispositivo que consistia num tubo de néon com um disco giratório mecânico (disco de Nipkow) que produzia uma imagem vermelha do tamanho de um selo postal. O primeiro serviço de alta definição apareceu na Alemanha em março de 1935, mas estava disponível apenas em 22 salas públicas.

Uma das primeiras grandes transmissões de televisão foi a dos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936. O uso da televisão aumentou enormemente depois da Segunda Guerra Mundial devido aos avanços tecnológicos surgidos com as necessidades da guerra e a renda adicional disponível (televisores na década de 1930 custavam o equivalente a 7.000 dólares atuais [2001] e havia pouca programação disponível). A televisão em cores surgiu em 1954, na rede norte-americana NBC. Um ano antes o governo dos Estados Unidos aprovou o sistema de transmissão em cores proposto pela rede CBS, mas quando a RCA apresentou um novo sistema que não exigia alterações nos aparelhos antigos em preto e branco, a CBS abandonou sua proposta em favor da nova.

Em 1925, Bird conseguiu pela primeira vez transportar a imagem de uma casa a outra contígua, até 1931, quando os trabalhos empíricos se converteram em tecnologia aplicável à indústria, numa série de países tecnologicamente desenvolvidos, como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha e França. Homens e máquinas, luzes e sons vão tecendo a urdidura do espetáculo que nos chega através do televisor. Como a televisão é o resultado da convergência do som e da imagem, a características da construção dos estúdios são fundamentais.

As três tendências

Materiais especiais, em geral não inflamáveis são usados para esse fim. De todas as imagens que o realizador vê aparecer no monitor, seleciona as que consideram mais adequadas a sua ideia de programa para levá-las até o telespectador. A plataforma onde está montada a câmara pode deslocar-se e mover-se de cima para baixo. Esta mobilidade aumenta consideravelmente as possibilidades de filmagens e facilita o trabalho da câmara. Na sala do telecine, o telecinematógrafo é utilizado para a transmissão de filmes: consiste no acoplamento de um projetor e de uma câmara de televisão. O chefe do estúdio é o responsável para que tudo e todos se encontrem no devido lugar no momento de intervir na gravação. Em 1960 a japonesa Sony introduziu no mercado os receptores de televisão com transistores. O satélite Telstar transmite sinais de televisão através do Oceano Atlântico em 1962.

A miniaturização chegou em 1979 quando a Matsushita registrou a patente da televisão de bolso com écran plano. No Brasil a primeira transmissão de televisão deu-se por conta do leopoldinense Olavo Bastos Freire de 1948, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. A experiência pioneira aconteceu na sacada do prédio onde hoje é a Fundação Alfredo Lage (Funalfa). Olavo ficou com uma câmera e uma antena As imagens copiadas da Avenida Rio Branco foram transmitidas em uma TV de três polegadas, instalada na Getúlio Vargas, onde funcionava a antiga Casa do Rádio. A televisão em sua forma original e até hoje mais popular, envolve a transmissão de som e imagem em movimento por ondas de radiofrequência (RF), que são captadas por um receptor (o televisor).

Nesse sentido, é a extensão do rádio. Na época de 1920, a televisão moderna se divide em três tendências distintas: aparelhos de televisões somente; sistemas integrados com aparelhos DVD e/ou vídeo – gamem montados no próprio televisor (geralmente modelos menores com telas de 17 polegadas, pois a ideia é ter um sistema portátil completo); sistemas independentes com tela grande (monitor de vídeo, rádio, sistema de som) para o usuário montar as peças como um home theater. Este sistema interessa aos videófilos e cinófilos que preferem componentes que podem ser trocados separadamente. A publicidade teve sua importância para o crescimento e evolução das emissoras de televisão.

Os pioneiros

A aparição da televisão para muitos foi considerada um fenômeno, visto que já estávamos acostumados com o rádio, o amigo inseparável de todas as horas. Um invento típico do nosso tempo. Apresentando múltiplas e diversificadas facetas de interesse geral, tornou-se uma invenção bem quista para as pessoas e para os povos onde ela se instalava. Todo invento tem as suas características e, a televisão não poderia fugir a regra. A finalidade precípua da televisão é a de um meio de comunicação de massa. Essa importância levou um interesse muito grande no que tange a empresas comerciais chegando até aos próprios Estados. A publicidade, o marketing, as propagandas, as vinhetas comerciais fizeram sucesso nesse importante meio de comunicação.

René Schenker, um grande homem, impulsionou a geração ou nascimento da televisão na Suíça. Nascido em Lausanne, em 20 de julho de 1920, seguiu os estudos primários e secundários em Vevey. Ao término desses estudos resolve estudar música, tendo frequentado o Instituto de Ribaupierre e depois o Conservatório de Genebra. Continuou seus estudos musicais em Londres a partir de 1939, ao lado da música se dedicava a literatura. Já pelos idos de 1941 foi contratado pela orquestra da Suisse Romande, também em Genebra. Trabalhou durante seis anos sob a direção de Ernest Arsermet. No ano de 1942, obteve o segundo prêmio de execução musical num concurso realizado em Genebra. Em 1947 deixa o campo musical e passa a trabalhar no rádio, na função de programador na Rádio Genebra.

Era muito eclético, desempenhando várias funções no rádio, até que no ano de 1952 foi nomeado diretor-adjunto. Nesse mesmo ano foi para a BBC de Londres, onde fez cursos de especialização em realizações de televisão. Em 1953, em Genebra novamente, funda o Centro de Estudos de Televisão de Mon-Repos, onde se formariam os pioneiros da televisão suíça. Já em 1958, é nomeado diretor da TV Suisse Romande, até julho de 1973, quando é solicitado a desempenhar a direção da Rádio e TV Suisse Romande na cidade de Lausanne.

Alta definição

É desejável que quem deve aparecer nas telas se maqueie para as feições não fiquem apagadas e dissimule transpiração. Para os efeitos de caracterização, a maquilagem é imprescindível. A organização da televisão varia de acordo com os países. Pode estar totalmente controlada pelo Estádio ou gozar de uma ampla margem de liberdade. Serviço do Estado (corporação pública controlada pelo Estado). Corporação Privada com o Estado como acionista (Iniciativa privada com controle estatal). A televisão tem sido um meio de comunicação muito importante para os povos de diversos países. Através de sons e imagens ela transmite fatos ocorridos em todo o mundo. Hoje com o advento da televisão em cores e a TV digital a tecnologia cresce em grandes proporções e novas formas e modelos de TV são lançados no comércio. O que há de mais moderno no mercado televisivo: LED TV, da Samsung – Televisores com 3 cm de espessura e ecologicamente corretas; USB In, da Philips – Televisores com entrada USB para filmes, músicas e fotos sem precisar de DVD Player; DTV BuiltIn, da LG – Conversor digital integrado na TV.

Invisible Screen, da Lumines (TV em que a tela só aparece depois de ligada.) Touch Interface, da Lumines (TV com todas as partes sensíveis ao toque.). Full HD 1080p (1920 x 1080 pixeis em imagens progressivas), a mais alta resolução disponível em TVs, (normalmente LED, LCD ou plasma). Entradas HDMI e DVI (para conexão de equipamentos de vídeo de alta definição). Em outra oportunidade falaremos mais sobre o assunto, visto que é vasto importante e requer muita pesquisa. Esperamos ter levado aos leitores algum conhecimento sobre a importância da televisão e aqueles que se empenharam na construção e evolução desse grande invento. Pense nisso!

******

Antonio Paiva Rodrigues é jornalista e escritor, Fortaleza, CE

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem