Segunda-feira, 25 de Março de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1029
Menu

TV EM QUESTãO >

Domínio.tv é a nova mania da internet

Por Noam Cohen em 30/09/2014 na edição 818

Você ouviu falar no sucesso das ponto-com. O próximo será ponto-tv?

Em agosto, a Amazon disse que pagaria US$ 1,1 bilhão (R$ 2,6 bilhões) por um site que transmite pessoas jogando videogames. O site se chama Twitch -mas seu endereço não é Twitch.com, e sim Twitch.tv.

É uma distinção que passa facilmente despercebida, mas que salienta uma mudança em como as pessoas -especialmente os jovens- consomem vídeo.

Hoje, quando o vídeo é mais assistido em smartphones e laptops do que em salas de estar, o sufixo.tv -propriedade, improvavelmente, da pequena ilha de Tuvalu, no Pacífico Sul- tornou-se para algumas empresas uma oportunidade de indicar que estão mostrando vídeos do modo como as pessoas estão cada vez mais habituadas a assistir.

Um endereço.tv na web tornou-se “importante de um ponto de vista de marca”, disse Tony Lorenz, executivo-chefe da BOB.tv, que transmite vídeos relacionados a práticas empresariais.

Na década de 1990, o sufixo.tv foi atribuído a Tuvalu. No auge da corrida do ouro da Internet, em 1999, uma start-up chamada DotTV pagou a Tuvalu US$ 50 milhões em 12 anos pelo direito de vender.tv para outras empresas.

Os fundadores da DotTV acreditavam que.tv seria maior que.com porque assistir TV em breve migraria para a web.

A China.tv foi vendida por US$ 100 mil (R$ 234 mil) por ano para um provedor de Internet chinês, segundo Lou Kerner, executivo-chefe da DotTV há 12 anos.

Em 2002, a Verisign adquiriu a companhia. Ela concordou em 2011 em administrar o endereço.tv até 2021, e os pagamentos para Tuvalu seriam de alguns milhões de dólares por ano.

Esses dividendos são uma receita importante para o país, que tem uma população pouco maior que 10 mil, que vivem sobre um atol de recifes de coral e ilhas entre a Austrália e o Havaí.

Bons resultados

“A visão original sobre a qual a DotTV foi fundada está se realizando”, disse Kerner. “Apenas demorou mais do que prevíamos, mas poderá ser ainda maior do que imaginamos.”

Existem vários exemplos de organizações que contam com o domínio.tv para conteúdo de vídeo. Entre elas está a Redbull.tv, que transmite esportes radicais e entretenimento ao vivo.

E enquanto diferentes sufixos se tornam mais comuns existe menos estigma ligado a eles. “Certa vez fiquei chocado quando vi alguém usando uma terminação alternativa, pensei que estava se condenando ao fracasso”, disse Josh Bourne, da FairWinds Partners, uma consultoria sobre nomes de domínios.

“Mas mudei de opinião”, disse ele, citando exemplos como Ask.fm (fm era de Micronésia) e Bit.ly (ly era da Líbia).

Ocasionalmente, esses endereços geram confusão. Peter Kay foi dono da Twitch.com desde meados de 1990. Antes da Twitch.tv, que iniciou três anos atrás, ele tinha pouco tráfego em seu site, que promove seus apps educacionais de música.

Em um dia recente ele tinha 60 mil visitantes; em outro ele vendeu dez apps por US$ 5,99 (R$ 14) cada. “É o dinheirinho da cerveja”, disse ele.

******

Noam Cohen, doNew York Times

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem