Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

ENTRE ASPAS > QUALIDADE NA TV

Big Brother lidera 13º ranking da baixaria na TV

Por Patricia Roedel em 09/10/2007 na edição 454

A coordenação da campanha ‘Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania’ divulgou o 13º Ranking da Baixaria na TV. Foram analisados os programas televisivos que receberam o maior número de reclamações de telespectadores, por telefone e pela internet.

O programa campeão de denúncias foi o Big Brother Brasil 7, da Rede Globo. As reclamações vão desde a exposição de pessoas ao ridículo, discriminação, vocabulário inadequado e apelo sexual. O programa Pra Valer, da Rede Bandeirantes, ocupou o segundo lugar. A maioria das reclamações foi motivada pela incitação à discriminação religiosa e à violência contra animais. Em terceiro lugar ficou a novela Pé na Jaca, da Rede Globo, por exibir uma grande quantidade de cenas de sexo e incitar a violência física contra mulheres e crianças. Ocupando o quarto lugar, ficou o programa A Tarde é Sua, da Rede TV. Os depoimentos recebidos e analisados pela campanha mostram que o programa banaliza os valores morais e vulgariza as relações humanas. Em quinto lugar, ficou a novela Paraíso Tropical, da Rede Globo, por suas várias cenas de sexo e violência.

A campanha foi lançada em novembro de 2002 e já registrou 31.875 denúncias, sendo que de janeiro a agosto deste ano foram contabilizadas aproximadamente 2 mil reclamações de telespectadores insatisfeitos com a qualidade e com a falta de ética da programação televisiva, além do desrespeito aos direitos humanos. As denúncias foram analisadas pelo Comitê de Acompanhamento da Programação, formado por representantes das mais de 60 entidades que assessoram a Comissão de Direitos Humanos e Minorias na campanha.

Para um dos coordenadores da campanha, o professor Edgard Rebouças, da Universidade Federal de Pernambuco, o ranking da baixaria na TV é apenas um dos instrumentos que a sociedade tem para exercer seu efetivo papel de acompanhamento da mídia. ‘É sempre bom lembrar que as emissoras de rádio e televisão são concessões públicas, sendo que boa parte delas passará por processo de renovação em 2007. Dessa forma, não basta usar o controle remoto para buscar ética e qualidade na programação, é preciso que os cidadãos utilizem seu direito de controle social. E o primeiro passo para isso é denunciar o que incomoda, pelo 0800 619 619’, destaca Rebouças.

******

Da Redação da Agência Câmara

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem