Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

ENTRE ASPAS >

E Marte contra-ataca!

Por Fernando Schweitzer em 14/10/2008 na edição 507

Traumaturgo Ferreira e Cláudia Alencar, na noite de sábado (11/10) me impactaram com uma singela cena onde contracenavam e não contracenavam. A cena em que falavam por telefone de sua história de amor no passado. Parece-me uma tentativa, após o declive no ibope da trama, do autor Tiago Santiago. Em tese, parece que os ‘defeitos especiais’ que invadiram a trama nesta segunda temporada foram deixados de lado.

A dura tarefa de combater a poderosa Rede Globo se frustrou após a trama migrar para o horário das 21h. Embora tenha estreado com 20 pontos, o recorde no horário, para a Record. A trama policial virou sobrenatural, uma ficção científica que trouxe dois problemas. O primeiro é a inevitável comparação dos efeitos com produções hollywoodianas, antes amenizado pela trama cômica encabeçada por Patrícia Travassos e André di Bease, com um par romântico inusitado onde são cunhados que se amam e ainda brigam por uma herança bilionário, o que faz eles se separarem. Outro fator hilariante é a personagem de Claudio Heidrich, um gay assumidíssimo que casa com a melhor amiga que, apaixonada por ele e para dividir também essa milionário herança, aceita casar-se com o amigo gay. O segundo foi o reencontro do casal protagonista ter sido morno e amenizado devido ao horário novo da trama e seu foco de público atual, o público jovem, justamente o que mais rejeitaria então o excesso de efeitos na segunda temporada.

Reviravolta na novela

Essa retomada de trajetória é repetida, pois a trama ganhou muito público devido às tramas relacionadas ao humano. E menos aos mutantes. Mas a Torre de Babel que ocorre agora é devida à invasão reptiliana. Tiago tem uma grande tarefa no momento, ao mesmo tempo em que busca restaurar características da primeira temporada, humanizando as personagens com conflitos cotidianos, grande trunfo de Prova de Amor, novela que o projetou, tem uma invasão de marcianos com codinome de ‘reptilianos’.

Outra tórrida controvérsia é que a grande rival de Os Mutantes é a prata da casa. Chamas da Vida, hoje, tem índices maiores que a colega de emissora. Uma derrota particular, pois Cristianne Fridman, em sua novela anterior, sofreu intervenção de Tiago Santiago na trama de Bicho do Mato, sua primeira novela em horário nobre. Temas fortes, como pedofilia, levantam a audiência da novela neste momento.

Nos bastidores rola o boato de que Tiago não tem gostado de estar perdendo para a colega de casa e, por isso, uma reviravolta no perfil da tresloucada Os Mutantes já estaria sendo cogitada. Entre altos e baixos, ver atores como Cláudia e Tramauturgo emergirem em meio a mutações e ETs é de se respirar avaliado. Além do fator excelente para o mercado de atores, com uma trama que gira em torno de mais de 70 personagens.

******

Ator, diretor teatral, cantor, escritor e jornalista, Florianópolis, SC

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem