Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

TV EM QUESTãO >

TV paga chega a 16,2 milhões de lares no país

Por Mônica Tavares em 05/02/2013 na edição 732

O Brasil fechou o ano passado tendo 16,2 milhões de residências com TV por assinatura, um aumento de 27% em relação a 2011. O desempenho do setor, entretanto, ficou abaixo do registrado nos dois anos anteriores. Em 2010, o crescimento chegou a 30,72% e em 2011 foi de 30,45%. Os dados foram divulgados ontem pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Foram registradas no ano passado 3,4 milhões de novas assinaturas, sendo que só em dezembro passado foram mais 222 mil novos acessos, um crescimento de 1,39% em comparação a novembro. Segundo a agência, se for considerado o número médio de pessoas por domicílio do IBGE (3,3 pessoas), a televisão por assinatura atingiu 53,4 milhões de brasileiros.

Centro-Oeste cresce mais

No ano passado, esses serviços cresceram mais nas regiões Centro-Oeste (38,59% ou 1,078 milhão de novos assinantes se comparados a 2011); Norte (696 mil ou 37,25% a mais); Nordeste (1,939 milhão ou 34,95% a mais); e Sul (579 mil ou 31,79% a mais); ou seja, bem acima da média nacional. Nos estados do Sudeste, por outro lado, surgiram mais 10 milhões de novos assinantes com aumento de 22,86%.

Entre os estados com mais assinantes estão o Rio, com 2,290 milhões, crescimento de 25,01% (458,2 mil acessos) em relação ao ano passado; Minas Gerais, com 1,321 milhão de acessos e aumento de 27,06% (281,5 mil); e São Paulo, com 6,229 milhões, um crescimento de 21% (1,081 milhão).

TV via satélite cresce mais

O serviço de TV por assinatura pode ser prestado pela tecnologia via satélite (DTH), cabo e micro-ondas (rádio). A que mais cresceu em 2012 foi televisão paga via satélite, atingindo 60,8% da base, enquanto a TV a cabo alcançou 38,3% dos assinantes. Em dezembro do ano passado, o satélite conseguiu mais 199,8 mil assinantes e cresceu mais de 2% em relação a novembro passado.

O número de assinantes que recebem os serviços via cabo cresceu 28,6 mil ou 0,46% em dezembro. Já as prestadoras de MMDS (tecnologia de micro-ondas) perderam 6,5 mil assinantes no mesmo período, uma queda de 4,3%.

De acordo com a Anatel, o ranking do mercado de TV paga por número de assinantes é o seguinte: Net/Embratel, com 8,494 milhões; Sky/Directv, com 5,038 milhões; Oi, com 748,7 mil; Telefônica, com 594,9 mil; GVT, com 425,6 mil; Algar, com 112,9 mil; Viacabo, com 106,9 mil; e outras empresas, com 665,8 mil.

***

[Mônica Tavares, de O Globo]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem