Domingo, 24 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

TV EM QUESTãO > THE WASHINGTON POST

O suposto romance de Mariane Pearl

13/04/2004 na edição 272

No dia 31/3, a coluna The Reliable Source (a fonte confiável), da seção In Style do Washington Post, deu uma notícia escandalosa: ‘Eason Jordan, executivo jornalístico da CNN que esteve profundamente envolvido na cobertura da rede sobre o seqüestro e assassinato do repórter do Washington Post, Danny Pearl, está agora romanticamente envolvido com a viúva de Pearl, Mariane, nos disseram ontem pessoas próximas à relação’.

Alguns leitores não gostaram de ver essa revelação no jornal. Os dois não seriam celebridades, que podem ter sua vida particular escancarada. Também houve críticas ao fato de que a informação foi conseguida de fontes não identificadas. O quão ‘próximas da relação’ estariam estas pessoas, já que a viúva e o executivo, que é casado, certamente se esforçariam para que um suposto relacionamento não fosse descoberto.

O ombudsman do Post [11/4/04], Michael Getler, conversou sobre o caso com o autor da coluna, Richard Leiby. ‘Tivemos três ou quatro fontes sobre o relacionamento. E não ouvimos negativas dos protagonistas. O fato de que ninguém negou foi uma forte evidência e, até agora, nem Mariane nem Jordan ligaram para dizer que estava errado’, apontou. Leiby foi adiante: ‘Mariane é uma figura pública manifesta. Escreveu um livro sobre seu casamento e a morte de Danny. Foi objeto de inúmeros perfis para promover o livro. Recentemente, buscou compensação do fundo das vítimas do 11 de setembro. Também apareceu na CNN com seu advogado, para ajudar em sua apelação após ter a compensação negada’. Finalmente, fez uma pergunta aos seus críticos: ‘Foi uma boa idéia a CNN ter colocado Mariane Pearl no ar com seu advogado esta semana, buscando parte do fundos das vítimas do 11 de setembro, sem avisar que ela está profundamente envolvida com Eason Jordan, que tratou da cobertura do caso Pearl e comanda o conselho editorial da emissora?’

Getler acredita que a coluna não ultrapassou os limites do aceitável. Contudo, Mariane não apareceu somente na CNN e, mesmo que não tivesse um caso com Jordan, não seria anormal que a rede lhe desse espaço. De fato, deveria ter havido uma maior investigação sobre se o romance está afetando as decisões dentro do canal de notícias, algo que o leitor poderia deduzir pela coluna de Leiby, sem que houvesse evidências concretas para tal.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem