Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

VOZ DOS OUVIDORES > FOLHA DE S. PAULO

Crítica Interna

Por Marcelo Beraba em 03/01/2006 na edição 362


’03/01/2006


Economia e eleições estão nas manchetes:


Folha – ‘Lula terá R$ 28 bi para gastar no ano eleitoral’.


‘Estado’ – ‘Furlan prevê exportações de US$ 132 bilhões em 2006’.


‘Globo’ – ‘Exportação cresce 23% e é recorde histórico’.


Inteligência


A Folha de S.Paulo traz hoje uma ótima entrevista com o diretor-geral da Abin, ‘Abin aposenta ‘araponga’ e adota ‘carcará’ (pág. A8). A pauta é oportuna, os repórteres, que extraíram bom material do entrevistado, revelam como a agência continua sem rumo e a primeira página deu o devido destaque. Mas a edição interna não explora o que tem em mãos. Deveria ter aproveitado a entrevista para publicar um texto de memória dos erros e preocupações supérfluas (risíveis, diria) que vêm dominando a agência nos últimos anos. Um texto que informasse mais a respeito dos erros seguidos e analisasse a inexistência de uma política de inteligência. Carcará, bandeira, hino? Parece clube de futebol.


A entrevista merece uma boa repercussão.


Eleições 2006


A reportagem ‘Governo tem R$ 28 bi para investir em ano eleitoral’ (manchete do jornal e pág. A4) é pertinente e está bem feita. Mas o correto teria sido o jornal publicar um texto adicional com informações semelhantes dos outros candidatos a presidente da República que também administram orçamentos de grande porte, como o do Estado de São Paulo (Geraldo Alckmin), do Estado do Rio (Anthony Garotinho) e da cidade de São Paulo (José Serra). Estão todos em situação parecida com a do governo federal, com grandes reservas para investimentos em ano eleitoral.


Acidente


No caso da queda do bimotor em São Paulo, o surpreendente é a saga do menino de dez anos que conseguiu se salvar e caminhar em busca de ajuda para ele e para o empresário ferido. Essa era a grande história a ser contada já na Edição Nacional (‘Avião cai na Cantareira e 2 pessoas morrem’, pág. C3 da Ed. Nacional).


O bruxo e o feiticeiro


O ex-deputado José Dirceu não tem mais do que reclamar, pelo menos não da Folha. Foi tratado, na coluna ‘Mônica Bergamo’, mais uma vez, como celebridade, e não como político cassado.


02/01/2006


As manchetes desta segunda-feira, primeiro dia útil do ano:


Folha – ‘Produtividade no Brasil pára de crescer’.


‘Estado’ – ‘PT vai sangrar muito, diz Lula’.


‘Globo’ – ‘Verba de estradas é desviada até para gastos com servidor’.


Escândalo do ‘mensalão’


Três entrevistas importantes questionam de alguma forma as acusações de corrupção que pesam contra o governo Lula e o Congresso: a do presidente para o ‘Fantástico’ (‘Lula diz que PT vai ‘sangrar’ para recuperar credibilidade’, pág. A4), a de José Dirceu para o ‘Página 12’ (‘Dirceu admite que Lula pode perder eleição’, pág. A5) e a do presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, para a Folha (‘Valerioduto foi superestimado, diz Gabrielli’, pág. A6).


José Dirceu chega a afirmar que o ‘mensalão’ é um factóide, uma mentira da imprensa conservadora e da oposição.


O jornal deveria ter publicado uma memória das acusações e dos fatos já apurados. Da mesma forma que não pode editar uma acusação sem a garantia do direito de defesa, o jornal tem a obrigação de rememorar os fatos que estão sendo negados.


No caso da entrevista com José Dirceu, convinha ter lembrado a acusação aceita pelo Congresso para cassá-lo.


Acho que o desligamento do PT de Francisco Whitaker, fundador do partido e com fortes ligações com a Igreja Católica, merecia mais destaque do que a enésima entrevista do ex-deputado José Dirceu (‘Whitaker se desliga do PT e diz que partido é ‘sonho que desmoronou’, pág. A5). Além da importância do fato, teria tornado a edição mais equilibrada.


Europa


Acho que está errado o título que abre o caderno ‘Mundo’, ‘Rússia corta gás ucraniano e prejudica UE’ (pág. A9). Pelo que entendi, o gás é russo, e não ucraniano.


Futebol


A reportagem ‘Milan ‘brinca’ para arrebatar fiéis no país’ (pág. D3 da Edição Nacional) não informa os endereços onde serão montadas as colônias de férias no Rio e em São Paulo.


No final do texto há outra informação incompleta: o diretor de marketing do Milan faz referência a um menino selecionado e preparado pelo clube que virou jogador profissional e defendeu o Napoli no ano passado mas não cita o seu nome.


‘Ilustrada’


É uma pena que as fotos da capa da ‘Ilustrada’ – Radamés Gnattali com Tom Jobim e com Lupicínio Rodrigues e Araci de Almeida – não tenham datas.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem