Quinta-feira, 21 de Março de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1029
Menu

VOZ DOS OUVIDORES >

Ernesto Rodrigues

23/02/2009 na edição 526

‘O Pé na Rua voltou com a corda toda: antenado com o cotidiano de seu público predominante, o programa escolheu a volta às aulas como cenário de uma reportagem ágil e vibrante sobre os prós e contras do uso de uniformes. E com direito a uma divertida performance de João com um tal de ‘uniforme customizado’. Destaque, ainda, para a belíssima vinheta videográfica em que Gabi anunciou a enquete ‘Qual é a sua balada?’. Não é por outro motivo que o programa recebe uma avalancha diária de emails de fazer inveja a qualquer ombudsman… Benvindo Pé na Rua!

Olhar amplo

De um lado, a matéria sobre a peça ‘Astronome: a night at the opera’, em cartaz no Ontological-Hysterical Theater, de Nova York, conseguiu algo curioso: explicar, ao telespectador, com muita clareza e elegância, algo que parece não querer ser explicado ou entendido de forma alguma.

De outro, a matéria sobre os libretos montados pela Metropolitan Opera de Nova York, agora disponíveis em telas digitais de São Paulo e outras cidades, em HDTV e com áudio 5.1, apenas quinze dias após a captação do original, deixou claro que uma antiga forma de teatro tenta sobreviver tornando-se mais acessível.

E assim caminha o mundo da arte.

Seguido de perto pelo Metrópolis…

A hora do Café

O coordenador do Núcleo de Controle de Qualidade, Gabriel Priolli, respondendo à pergunta desta coluna sobre a continuidade do programa Café Filosófico, esclarece:

Os programas realizados em parceria com a CPFL – ‘Café Filosófico’ e ‘Invenção do Contemporâneo’ – não estão fora da grade da TV Cultura. Durante a programação de verão, nos meses de janeiro e fevereiro, foram deslocados para o início da madrugada, depois dos filmes diários do ‘Cine Verão’. Os programas voltarão ao ar em março nos seguintes horários:

Café Filosófico – Domingo – 23 horas (trocando de lugar com o ‘Direções’, que já está às 22h00)

Invenção do Contemporâneo – Segunda – 23h40 (logo após o ‘Roda Viva’)

***

Diário de férias

Disco arranhado, 17 de fevereiro

Tudo bem: estamos em plena temporada de reapresentações, prática comum nas emissoras brasileiras no início do ano e assunto recente deste ombudsman. Dá para aceitar, também, com algum esforço, o fato de o programa Radiola não ter informado ao telespectador, logo no início da exibição, através da inserção de caracteres, a data em que o programa foi exibido pela primeira vez.

Inaceitável, no entanto, foi a reapresentação de uma ‘agenda da semana’, anunciando atrações musicais que aconteceram num fim de semana de agosto de 2008. Será que era tão trabalhoso simplesmente retirar, do segundo bloco do programa, o trecho irremediavelmente ultrapassado?

Opinião Nacional

As manifestações de protesto e os pedidos de explicação enviados a este ombudsman sobre o fim do programa Opinião Nacional indicam que seria saudável se o assunto merecesse um esclarecimento mais detalhado da direção da emissora. Não apenas no que se refere ao fim do programa em si, mas também em relação à forma com que a TV Cultura pretende manter aberto o espaço para a discussão dos temas que o Opinião Nacional, com todos os seus problemas de linguagem e formato, tratava.

Café Filosófico

Pergunta de um telespectador ao ombudsman:

‘Gostaria de saber se o Café Filosófico saiu do ar ou está de férias’

Com a palavra, a direção do programa.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem