Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > UOL

Mara Gama

06/07/2010 na edição 597

‘Deixo hoje o cargo de ombudsman do UOL, que assumi em agosto de 2008 e ocupei por dois períodos consecutivos.

Um novo ombudsman deve ser indicado ainda este mês. No meio tempo, todas as comunicações do público serão encaminhadas internamente às áreas responsáveis.

Os leitores que se comunicaram com a ombudsman nestes dois anos se mostraram críticos e exigentes em relação ao UOL, o que me parece extremamente positivo, pois mostra um público ativo e que espera que o portal continue servindo como meio de informação confiável. A eles agardeço, em primeiro lugar, pelas críticas, informações, debates, réplicas e provocações.

Este grupo de leitores apontou sobretudo falta de qualidade em textos, títulos, chamadas, pautas, interface, navegação e ferramentas.

Os leitores também se queixaram de falta de informações mais apuradas em textos e a ausência de assuntos considerados importantes na pauta do portal. Viram favorecimento, partidarismo e bairrismo nas coberturas de esporte e política, se queixaram da ampliação da cobertura de celebridades e apontaram superficialidade e apelação em várias situações na home page do portal.

Como já disse no balanço que fiz no fim de 2009, na minha maneira de ver, na maior parte das vezes, textos e chamadas inapropriados resultam de descuido e falta de releitura, diálogo entre editores, redatores e reportagem, supervisão editorial ativa na busca de mais clareza e exatidão.

Também sigo acreditando que não há intenção de privilegiar regiões, cidades, times, partidos, pessoas, empresas, igrejas, emissoras de TV no UOL.

Mas há ainda muito a percorrer para produzir um noticiário balanceado. Da pauta à finalização de cada reportagem e depois à sua divulgação e à edição de home pages de estações e a home page do UOL. E, como a internet dá vida longa ao que nela se publica, é também necessário cuidar da forma como cada texto poderá ser encontrado e lido a partir de um programa de busca ou de um arquivo de links.

Problemas técnicos e falta de atualização também incomodaram os leitores do portal. A complexidade da publicação e manutenção de conteúdos na internet só tem aumentado desde o início das operações do UOL. Se mais recursos têm sido implementados, para melhorar a navegação e a experiência de leitura, a contrapartida infelizmente tem sido a dificuldade de manter em pé, funcionando bem e corrigir alguns tipos de erros com rapidez. Uma coluna desatualizada, uma tabela ilegível, um bug de ferramenta tem impacto negativo na audiência.

Grande volume de erros -português, digitação e informação – foi motivo de queixa dos leitores. Leitura apressada e excesso de confiança na memória são motivos mais comuns dos erros.

Os leitores questionaram muitas vezes o tempo de exposição de assuntos na página principal. Medidas como um resumo dos destaques dos dias anteriores, lista de + lidas e placares fixos podem ajudar.

Leitores também têm dificuldades para achar conteúdos passados no UOL. Estimular a interligação entre matérias e conteúdo multimídia e a construção de páginas específicas para temas de grande repercussão são iniciativas saudáveis.

Na minha maneira de ver, o UOL melhorou nos últimos dois anos.

Destaco a cobertura e o site de esporte. O investimento na ampliação da equipe e na extensão da cobertura vêm dando bons resultados. A preparação para a Copa impulsionou novos recursos gráficos, interativos, de navegação e editoriais e é notável um amadurecimento da reportagem. Também do ponto de vista de análise de erros e respostas aos leitores, a área é referência: faz mais e mais rápidas correções e analisa as queixas com atenção.

No noticiário geral, o investimento em reportagem em assuntos locais é notável e promissor. Desde o início do ano, por exemplo, enchentes em vários pontos do país estão sendo visitadas pela reportagem e registradas. Há ainda muito que evoluir na pauta, no formato, na edição e na narrativa das reportagens, mas o caminho está aberto.

Em política, a cobertura do processo eleitoral também tem dado boas mostras de evolução. Debates virtuais, as entrevistas em vídeo com captação de perguntas e a participação do UOL na sabatina foram pontos positivos. Ainda falta melhorar a exposição das pesquisas em tabelas legíveis e criar regra que traduza equilíbrio e inspire confiança no leitor.

Na área de entretenimento, a cobertura de serviços está sendo ampliada. Casa e Comida agora têm mais espaço no portal, o que me parece positivo. A Rádio passou a ter mais destaque e melhorou sua navegação.

Houve evolução na interatividade. Campo para comentários nas reportagens e ferramentas de compartilhamento estão no ar. Ainda falta uma maneira de publicar mensagens de leitores e personagens de notícias questionando reportagens específicas. Investir na qualidade da mediação em espaços de discussão é imperativo.

Para finalizar, agradeço à direção do UOL pela liberdade que tive de realizar o trabalho, à Redação pelos esclarecimentos, respostas e pelas investigações, a todas as áreas do UOL pela colaboração e pelas informações fornecidas, à equipe do SAC do UOL pelo suporte, informações e pela atenção diária para esclarecer dúvidas.

Não poderia ter realizado o trabalho de ombudsman nestes dois anos sem a colaboração do jornalista Ademar Abiko, redator da área de qualidade de conteúdo, que me ajudou a organizar o fluxo de queixas, investigações e respostas e revisou meus textos, apontando desde falhas simples até problemas de argumentação.

Um especial agradecimento à diretora de conteúdo do UOL, Márion Strecker, pela oportunidade e pela confiança.

Sigo como diretora da área de qualidade de conteúdo do portal, cargo que ocupo desde agosto de 2008, pilotando o programa de controle de erros e outras iniciativas de padronização, treinamento e regulamentação interna.

Agradeço mais uma vez aos leitores, por estes dois anos intensos e enriquecedores.

Balanço do primeiro semestre de 2010

De janeiro a junho de 2010 a ombudsman respondeu 1.415 mensagens de leitores do UOL. Em ranking, as áreas que foram objeto de mais reclamações foram Notícias, home page, Esporte, Parcerias, Blogs, temas gerais e TV UOL.

Quanto a natureza das reclamações, a maior parte delas acusou o UOL de distorção ou parcialidade no noticiário, seguida por reclamações sobre falta de conteúdo ou informação, falta de qualidade de texto, chamadas e edição. Depois aparecem comentários gerais, sugestões, apontamento de erros de informação, erros de conduta, solicitações e apontamento de erros técnicos.

Entre os assuntos que foram abordados pelos leitores estão as eleições presidenciais, com destaque para críticas sobre a divulgação de pesquisas de intenção de voto, seguidos por acusações de favorecimento em chamadas e exposição dos candidatos Dilma Roussef e José Serra.

Também motivou reclamações e protestos a cobertura do ataque de Israel a navios em Gaza. A maior parte das mensagens reclamou que o UOL não mostrou os dois lados da história, aderindo à defesa dos palestinos.

Em Esporte, internautas escreveram para protestar contra a falta de destaque aos Jogos de Inverno de Vancouver, aos Jogos Sul-Americanos e à prova da F-Indy que realizou-se em São Paulo.

Na cobertura de Televisão, a do programa Big Brother Brasil recebeu muitas críticas, como de hábito para temas como este. Leitores acusam o UOL de fazer campanha a favor de um ou outro participante. Problemas técnicos com enquetes sobre o programa também foram motivo de reclamação.

A mudança da cor da Home Page para azul devido ao Dia Mundial da Água também foi alvo de muitos comentários, a maior parte críticos em relação à iniciativa.

Problemas com o Bolão da Copa, ausência de informações sobre mercados e tempo na home page também foram motivo de queixas.

***
Análise e temperatura (2/7)

A cobertura da Copa do Mundo 2010 tem demostrando amadurecimento da reportagem de UOL Esporte, melhor uso de recursos gráficos e de navegação e boa capacidade de análise e comentários, com destaque para o blog dos enviados.

Hoje, dia de eliminação do Brasil, dois conteúdos bateram um bolão:

* a seleção de fotos ‘Retratos de uma eliminação’

* a análise dos ‘Sete erros que eliminaram a seleção brasileira’.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem