Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

VOZ DOS OUVIDORES > UOL

Mara Gama

29/12/2008 na edição 518

‘Há várias retrospectivas de 2008 no ar no UOL.

Ao longo do mês de dezembro, as grandes áreas editoriais-gerenciais do portal – Entretenimento, Esporte e Notícias – lançaram páginas especiais, álbuns de fotos, linhas do tempo, pequenos sites com animações e gráficos.

Além destas grandes áreas, estações como Música, Tecnologia, Celebridades e Ciência e Saúde também investiram pesquisa e tempo para selecionar os assuntos mais importantes, interessantes, polêmicos ou inusitados do ano e apresentar suas seleções em produtos de formatos variados.

Em que pese a saudável automonomia de pautas, idéias e enfoques das equipes de jornalistas do UOL, para o internauta que estiver interessado em saber o que aconteceu de importante em 2008 não será fácil encontrar todas as retrospectivas, navegar nelas e nem entre elas.

No caso das retrospectivas das grandes áreas, por exemplo, as de Notícias e Esporte dão link para a de Entretenimento.

A retrospectiva de Entretenimento não traz link para as de Esporte e de Notícias.

As retrospectivas de Tecnologia, Celebridades, Música e Ciência e Saúde não trazem links entre si. Algumas delas trazem links para as retrospectivas das áreas genéricas (Celebridades- Entretenimento). Outras, não (Tecnologia – Notícias)

Além da dificuldade de conexão entre os conteúdos, há falta de padrão gráfico e de navegação. Quando um tema único é tratado por várias áreas da Redação do UOL, fica mais nítido que está frágil o projeto gráfico que poderia manter o UOL com cara de UOL, identificável.

Letras diferentes, links colocados cada hora de um lado e de um jeito, recursos de navegação distintos fazendo o mesmo papel estão flagrantes quando se comparam estes conteúdos. De novo, em que pese a saudável liberdade de criar sites diferentes, é desgastante e desagradável ter de aprender a navegar de um jeito novo em cada estação do portal.

Além dos aspectos gráfico e de navegação, não há padrão editorial. Em algumas retrospectivas, todos os eventos são datados e localizados, o que é básico, diga-se.

Mas em alguns álbuns as datas não entram, como é o caso do álbum de Ciência e Saúde. No álbum Notícias de 2008 em fotos, há datas em alguns eventos e em outros não há.

Em alguns álbuns, o conteúdo é completamente editorializado, chegando a deslizes grosseiros como o título ‘Foi Mal’ num álbum de Celebridades que mistura em seu conteúdo gafes cometidas no ano com a morte de artistas ou parentes de artistas. Isso sim ‘foi mal’.

Mortes de artistas também foram tratadas por Notícias e Música.

Em Notícias e Celebridades, a morte de Jamelão foi registrada. Mas mesmo concordando que o músico deveria fazer parte do álbum, os editores das áreas aparentemente não concordam sobre qual seja o padrão de qualidade de fotos a ser mantido.

Usando a mesma foto, o álbum de Celebridades deu um corte que ‘estoura’ a imagem e o de Notícias preservou corte mais correto.

Já em Música, o álbum ‘2009 sem eles – nomes da música que morreram’ não traz a morte de Jamelão.

Além dos mortos famosos, há outras figuras que se repetem nas retrospectivas. Amy Winehouse, por exemplo, ganhou um especial em Celebridades, apenas duas fotos em UOL Música e uma menção no especial quem subiu e quem desceu em Notícias. Os textos mostram mais que uma simples diferença de enfoque das áreas.

Nada contra a variedade. Mas o que se vê ao comparar estes materiais é falta de organização e divisão de temas entre as áreas. Somar esforços, planejar o material editorial e dividir tarefas poderia dar bons resultados. Evitaria trabalhos repetidos, provocaria o debate interno que pode fazer amadurecer idéias e procedimentos.

Em tempo: usei ‘cada um no seu quadrado’ no título citando uma febre de 2008. Embora tenha nascido em 2007, a ‘Dança do Quadrado’ popularizada pela animadora carioca Sharon pegou mesmo em 2008, com vídeos no Youtube. Nos vídeos, as pessoas estão dançando lado a lado num mesmo espaço e com o mesmo tema dado pela letra, mas cada um na sua, cada um no seu quadrado.

Arquivo da home page do UOL, 24/12

Semanalmente internautas enviam para a ombudsman solicitações de links de textos ou fotos que viram na home page do UOL e que depois não mais encontraram.

A demanda mostra que o arquivo das home pages do UOL é pouco conhecido. Há um link para esta seção na parte inferior da home page.

Ali se pode navegar pelo calendário e consultar 3 ou 4 versões da página no mesmo dia.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem