Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

VOZ DOS OUVIDORES > AGÊNCIA BRASIL

Paulo Machado

09/03/2010 na edição 580

‘Antes de tudo queremos deixar claro que não temos nada contra os blogs instrumento libertário de comunicação. O problema reside no fato de uma das principais agências de notícias brasileira, respeitada internacionalmente, seja obrigada a assumir essa forma precária (em termos de recursos tecnológicos) para veicular seu conteúdo noticioso no presente momento.

Em 29 de janeiro, em nossa coluna semanal Dificuldades de acesso à informação comprometem serviço da Agência Brasil, tentamos sensibilizar os gestores da EBC para a gravidade do problema que ameaçava o direito fundamental de acesso à informação: O serviço público de informação que presta a Agência Brasil é de vital importância para a nação brasileira como podemos constatar por algumas das mensagens recebidas pela Ouvidoria. Evitar que os problemas alegados ocorressem era uma das tarefas que talvez o planejamento das atividades da ABr poderia ter previsto junto à direção da EBC para que fossem feitos os investimentos necessários em tempo hábil. De qualquer forma, saná-los é urgente para que se recupere o acesso ao patrimônio público que se encontra indisponível ou precariamente disponível, pois a sua guarda e manutenção é uma das missões da empresa pública para que atenda ao direito à informação do cidadão com eficiência e eficácia.

E alertávamos: Nas agências virtuais de notícias a facilidade de acesso à informação é um aspecto tão importante quanto a própria informação. Da qualidade do suporte tecnológico depende a qualidade do conteúdo pois um, sem o outro, simplesmente não existe.

Mas parece que nossos alertas foram inúteis ou tardios demais. Infelizmente, em 12 fevereiro, uma quinta-feira, nossas previsões literalmente se confirmaram: todo o conteúdo da ABr. deixou de existir para os leitores a Agência saiu do ar. Em seu lugar, dois dias depois, 14 de fevereiro, entrou um blog, bastante precário, um improviso indigno para uma empresa pública do porte da EBC.

Faz parte do serviço desta Ouvidoria o acompanhamento sistemático das demandas dos leitores subtendo-as a análises estatísticas. As críticas, elogios e reclamações são classificadas e analisadas para se verificar se estão ocorrendo tendências a desvios de condutas, sejam eles editoriais, de procedimentos administrativos, de problemas técnicos jornalísticos ou tecnológicos. Assim, todas as mensagens recebidas são classificadas em 18 itens, antes de serem encaminhadas para áreas responsáveis da EBC.

Dois desses itens referem-se a dificuldades de acesso ao conteúdo da ABr. São eles: dificuldades de acesso às matérias ou ao site e problemas de acesso a conteúdos multimídia e a links indicados. Nos 22 meses observados, até outubro de 2009, as demandas sobre esses dois itens vinham se mantendo dentro da média. A partir de então, essa média passou a duplicar a cada mês, multiplicando-se por quatro ao final de janeiro. Essa tendência no aumento das reclamações motivou a publicação da coluna a que nos referimos acima, onde prenunciávamos o possível desastre que viria a seguir.

Vejam como os leitores detectaram os problemas, protestaram e pediram providências:

De Gisela Feu Rosa, segunda-feira, 1 de fevereiro

A Agência Brasil demora 4 minutos para carregar – estou escrevendo para reclamar que o site é pesado demais, demora 3 à 4 minutos para carregar. Isso é ridículo!! Estou considerando parar de acessar, apesar de gostar do conteúdo. Até a página ‘fale conosco’, onde achei este endereço de email, demorou uns 2 minutos para acessar, e só tem texto! Vergonhoso! Há métodos de webdesign modernos e baratos que ajudam o site a carregar rápido, além de serem acessíveis a deficientes. A equipe de programadores da EBC e os responsáveis pelo conteúdo online precisam se atualizar e se manterem atentos para a qualidade do site não afastar os leitores interessados. Só continua existindo porque não depende de audiência nem de publicidade. Vejam o exemplo de sites como BBCBrasil e FolhaOnline, que têm muito mais conteúdo e carregam em segundos. Gosto do conteúdo de vocês e só perco meu tempo aqui reclamando pois quero continuar a acessá-lo.

Resposta da Agência: Agradecemos a leitora pelo comentário e informamos que o site da ABr enfrenta atualmente problemas técnicos. Há um projeto de reformulação da página em andamento.

Resposta da TI: A equipe de TI da EBC está trabalhando para colocar um novo site no ar, mais leve, com mais usabilidade e mais acessível. Temos a consciência que o site precisa de melhoras e agradecemos o interesse pelo nosso conteúdo mesmo com todas as dificuldades.

De André R. Nogueira, sexta-feira, 5 de fevereiro:

na pagina em que está a matéria referida acima ha um link que informa ‘fale com a ouvidoria’. Gostaria de entender a razão pela qual o link remete a pagina home do site ebc.com.br, e não para um mecanismo que permita diretamente que se ‘fale com o ouvidor’. Adicionalmente gostaria de fazer duas sugestões: 1. que as noticias do site sejam disponibilizadas em editorias, como fazem os demais jornais, a fim de facilitar a consulta de leitores com interesses específicos. Conheço o mecanismo de busca de noticias por temas, entretanto minha sugestão refere-se a algo distinto, possibilitando que navegadores de internet sejam configurados para ter como home page uma determinada editoria da Agência Brasil. 2. as notas e reportagens do site seriam grandemente enriquecidas com o uso de imagens e recursos audiovisuais.

Resposta da Agência: Agradecemos o comentário do leitor e fizemos um ajuste no título. Quanto ao problema do link, já foi remetido aos técnicos para solucioná-lo. Já foi corrigido o link do fale com a ouvidoria.

De João Batista de Araújo, quarta-feira, 10 de fevereiro:

Pessoal, o que houve? Desde ontem as imagens não estão aparecendo na página da Agência Brasil. Só consigo visualizar a imagem após fazer download.

Resposta da Agência: Estamos com problemas técnicos nos últimos dias, mas hoje à tarde conseguimos fazer algumas mudanças para melhorar o acesso à página.

No dia 12 de fevereiro a página eletrônica da Agência Brasil saiu definitivamente do ar, em seu lugar entrou o blog.

De João Batista de Araújo, sexta-feira, 12 de fevereiro:

Há uma previsão para a volta do site da Agência Brasil?

Resposta da Agência: O setor de tecnologia da informação está trabalhando para resolver o problema. Não há ainda uma previsão para o retorno do serviço de forma normal. Em algumas horas, vamos colocar um link para um banco de imagens provisório.

De Arthur Tadeu Dutra, domingo, 21 de fevereiro:

Pesquisa não funciona mais. Com a mudança no site da Agencia Brasil, a pesquisa não funciona. Estou tentando entrar em ‘Catarina’, com ou sem aspas ou em ‘Santa Catarina’ para ler noticias relativas ao Estado e não aparece resultado algum. Como já fiz muita pesquisa no molde anterior… tem alguma coisa errada. É uma pena. Sugerimos que seja verificado e solucionado o problema. Sou um leitor assíduo de Agência

Resposta da Agência: Informamos que a Agência Brasil está com um site provisório devido aos problemas técnicos ocorridos há duas semanas. Esta não é a página nova e definitiva da agência. Portanto, apenas as notícias e as fotos recentes podem ser acessadas. O sistema de busca de material de anos anteriores será restabelecido quando entrar em funcionamento a nova página da agência. A equipe da EBC, que é gestora da Agência Brasil, está trabalhando neste novo site.

A partir de então essa passou a ser a resposta padrão da ABr.

De Raul Cesar Ramos de Azevedo, quinta-feira, 25 de fevereiro:

Em 09 de Fevereiro de 2010 foi divulgado a matéria:Projeto piloto de identidade civil digital deve começar em abril no Rio por Alana Gandra Repórter da Agência Brasil. Porem a mesma foi retirada do ar apesar de amplamente difundida nos meios de comunicação. Gostaria de saber se a matéria foi retirada do ar por conter alguma informação errada?

Resposta da Agência: Desde 12 de fevereiro, a Agência Brasil está com uma página provisória, devido aos problemas técnicos enfrentados no formato anterior. O site provisório não inclui todo o material de arquivo, como essa notícia do dia 9 de fevereiro. O arquivo será migrado para a nova versão de agência que está sendo desenvolvida pela equipe de TI da empresa e, em breve, estará disponível.

De Maria Clarice de Siqueira Cabral Dias, segunda-feira, 22 de Fevereiro:

Sou editora do Jornal da Câmara (dos Deputados). Usamos com muitíssima frequência fotos da Agência Brasil nas nossas edições (com o devido crédito informado). Existe alguma forma de voltarmos a ter acesso à pesquisa de fotos por assunto como havia antes da nova formatação do site? Procurávamos pelo banco de imagens e a pesquisa era fácil e rápida. Agora, não há como chegar a uma foto por assunto. Ou fui eu que fiquei perdida? Se for esse o caso, por favor, me informe como proceder para conseguir recuperar esse processo tão importante para o nosso funcionamento.

Resposta padrão da Agência enviada para a leitora.

De Edmilton Neves, segunda-feira, 22 de Fevereiro:

Vejo que a mudança no vosso portal não melhorou nosso trabalho. No anterior era prático e rápido acharmos textos e imagens. No de agora, a gente digita uma palavra simples (como Fies, por exemplo) e a resposta é de que houve erro. Isso sem falar em outras buscas. Achar imagens do dia é fácil. O bloqueio está no arquivo.

Resposta padrão da Agência enviada para o leitor.

De Douglas Cometti, quarta-feira, 3 de Março:

Há uma previsão de quando o site da Agência Brasil vai voltar? O blog que colocaram no lugar é muito ruim. As fotos não abrem.

Resposta padrão da Agência enviada para o leitor.

De Giceli Valadares da Silva, quarta-feira, 3 de Março:

Trabalho na revista Cidade Nova e tenho o costume de usar as fotos da Agência Brasil. Agora com o novo formato do site não achei uma busca para as fotos. Vocês poderiam me informar se tem alguma forma de busca ou vocês restringiram a utilização somete do que aparece no geral?

Resposta padrão da Agência enviada para a leitora.

Essas são apenas algumas das mensagens que recebemos e que podem dar uma idéia dos transtornos causados aos leitores. A Agência Brasil além de ser referência para muitos era também banco de imagens e informações para diversas outras agências noticiosas, publicações e sites independentes.

A Ouvidoria enviou uma correspondência para a Diretoria de Jornalismo da EBC solicitando informações sobre o que está sendo feito para restabelecer o site com todo seu conteúdo, desde 2003. São mais de 70 mil matérias, além de milhares de fotos, vídeos, áudios, gráficos, grandes reportagens e coberturas temáticas. Da Diretoria de Jornalismo recebemos, até o momento do fechamento desta coluna, apenas uma cópia de correspondência enviada para toda a direção da empresa repassando nossas solicitações. Enquanto isso aguardamos que o novo site restabeleça plenamente o direito à informação.

Até a próxima semana.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem