Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

VOZ DOS OUVIDORES > AGÊNCIA BRASIL

Regina Lima

Por lgarcia em 01/08/2013 na edição 757

“O leitor e o impacto turístico da JMJ”, copyright Agência Brasil, Brasília (DF), 29/7/2013

 

“Entre os aspectos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que pautaram a cobertura da Agência Brasil, o impacto turístico foi um dos mais destacados. Não só quantos turistas – nacionais e estrangeiros – teriam participado e quanto dinheiro eles teriam gasto, mas também os relatos dos voluntários que foram preparados para orientar os visitantes, os depoimentos dos peregrinos sobre os percursos que seguiram para chegar ao Rio e suas opiniões sobre o atendimento que receberam durante sua permanência na cidade.

Do total de 348 matérias publicadas pela Agência Brasil sobre a JMJ no período de 1º/1 a 26/7, 53 (15%) contêm referências ao 'turismo' ou aos 'turistas', dois pontos percentuais a mais que as 46 matérias com referências aos 'grandes eventos' dos quais a JMJ faz parte, junto com a Copa das Confederações, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Quinze por cento pode parecer pouco, mas representa um nível de atenção muito maior do que foi dada a outros temas importantes, tais como 'evangelização' (2%), 'renovação' (1%) e 'reformulação' (1%). Mesmo palavras chaves como 'alegria' e 'pobreza' apareceram com menos frequência: 8% e 3%, respectivamente. Dos outros temas pesquisados, o que chegou mais próximo foram 'manifestações' ou 'protestos', citados em 39 das matérias (11%).

Um dos pontos que nos chamaram a atenção na cobertura da ABr sobre a JMJ foi a discrepância entre as expectativas do Ministério de Turismo (MTur) e os dados concretos no que diz respeito ao impacto turístico do evento. O MTur conta com os 'grandes eventos' para atrair quantidades inusitadas de turistas estrangeiros e alavancar um salto sustentável no fluxo para patamares mais elevados e a expectativa, com a JMJ, era do ritmo do fluxo dar a primeira acelerada grande: 'A Jornada Mundial da Juventude [JMJ] deve atrair entre 1,7 milhão e 2 milhões de pessoas ao Brasil, disse à Agência Brasil o secretário nacional interino de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Sandro Fernandes'. A título de esclarecimento, o secretário acrescentou que 'a jornada coincidiu com o mês em que normalmente o Brasil recebe um fluxo maior de turistas em razão da alta temporada. Considerando o evento em si, deve haver um aumento razoável de turistas entre 500 mil e 1 milhão de pessoas, em relação a um evento normal nesta época do ano' [1].

Os comentários do secretário parecem se referir aos turistas estrangeiros, mas a reportagem poderia ter procurado esclarecer essa questão. Entre os pontos questionáveis, ter-se-ia observado que o fluxo mensal de turistas estrangeiros que chegaram ao Brasil em 2012 não ultrapassou 750 mil e que julho, com 411 mil chegadas em 2012, não é um mês da alta temporada para turistas estrangeiros no Brasil. Uma expectativa de atrair de 1,7 milhão a 2 milhões ou mesmo um aumento de 500 mil a 1 milhão de turistas estrangeiros para participar na JMJ significaria no mínimo dobrar o fluxo normal nesta época.

A prefeitura do Rio de Janeiro, outra fonte oficial consultada pela ABr, apresentou expectativas mais modestas, incluindo os turistas nacionais: 'São esperados 800 mil turistas e um público de 1,5 milhão de pessoas nas solenidades com a presença do papa' [2]. A mesma cifra se repete em uma matéria sobre a cobertura do evento na imprensa internacional, sem, porém, identificar a fonte: 'De acordo com autoridades, são esperados 800 mil turistas para a jornada, considerado o maior encontro internacional de jovens católicos' [3].

No dia 23/07, a diretora de Inscrições do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ divulgou os seguintes dados, relatados pela ABr: um total de 355 mil peregrinos inscritos, dos quais 220 mil brasileiros (62%) e 135 mil estrangeiros (38%). Dos estrangeiros que vieram de 175 países, as maiores delegações são da Argentina (23 mil), dos Estados Unidos (10,8 mil), do Chile (9,2 mil), da Itália (7,7 mil) e da Venezuela (6,1 mil). A esses números devem ser acrescentados os 60 mil voluntários inscritos no evento, dos quais 6 mil (10%) são estrangeiros. Portanto, contando só os inscritos oficiais até o segundo dia do evento dá um total de 415 mil participantes, sendo 274 mil brasileiros e 141 mil estrangeiros [4].

Para chegar aos 800 mil turistas esperados pela prefeitura do Rio ou ao aumento de entre 500 mil e 1 milhão turistas projetados pelo Ministério de Turismo – caso as declarações do secretário interino sejam reinterpretados para incluir os turistas nacionais – é preciso somar os participantes não residentes do Rio que não se inscreveram no evento. Para servir de guia para fazer essa conta, há a seguinte informação fornecida à ABr pelo secretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, que comentou em relação ao movimento maior do que era esperado na Estação Rodoviária Novo Rio: 'Pela experiência que se tem de jornadas passadas, para cada peregrino inscrito, há mais um ou dois peregrinos que não se inscreveram' [5].

O secretário refere-se aos peregrinos que vêm de ônibus ('principalmente brasileiros de outros estados'). Para uma parte dos estrangeiros, aqueles dos outros países sul-americanos, muitos dos quais também viajaram de ônibus, a mesma regra pode ser aplicada, mas para outros o único meio de transporte disponível teria sido o avião, que requer que a viagem seja planejada com mais antecedência, portanto seria razoável supor que a proporção de participantes não inscritos seja menor entre os estrangeiros do que entre os brasileiros. Assim uma estimativa ajustada com base de um e meio não inscritos para cada peregrino inscrito entre os brasileiros e um não inscrito para cada peregrino inscrito entre os estrangeiros – sem alterar os números de voluntários – daria o seguinte resultado: 600 mil turistas nacionais e 280 mil turistas internacionais, para um total de 880 mil turistas que teriam se deslocado para o Rio para participar na JMJ.

Quanto ao impacto financeiro, os dados disponíveis nas matérias publicadas pela ABr são escassos. 'Na mesma matéria onde ele afirma que a JMJ 'deve atrair entre 1,7 milhão e 2 milhões de pessoas ao Brasil', Sandro Fernandes acrescentou:' 'Isso, por si só, deve trazer impacto para o país de mais ou menos R$ 1,2 bilhão na economia'. Somente em despesas diretas com hospedagem e alimentação, a estimativa é atingir R$ 660 milhões. O gasto médio por turista, incluindo hospedagem, transporte e alimentação, deverá ficar em torno de R$ 305 por dia, informou o secretário. 'A expectativa serve tanto para turistas estrangeiros, como nacionais '.

Essa cifra é questionável diante das informações fornecidas em outras matérias que relatam que muitos participantes procuraram hospedagem em hotéis mais baratos (tipo hostel e albergue) ou em casas de família, escolas, paróquias e centros culturais cadastrados pela organização do evento [6]. Em todo caso, se não se transformar num fluxo sustentável, a contribuição financeira da JMJ não passará de uma gota no oceano, mesmo que a cifra alcance a quantia esperada pelo MTur. Só a diferença entre o que os brasileiros gastaram no exterior e os que os estrangeiros gastaram no Brasil em junho deste ano – o déficit na conta de viagens internacionais – ficou em US$ 1,475 bilhão, 177% a mais que os R$ 1,2 bilhão que o MTur projeta que será o impacto da JMJ na economia do país.

Pelo levantamento das matérias publicadas na Agência Brasil, pode-se dizer que a cobertura fornece subsídios suficientes para o leitor ter uma noção bastante precisa do impacto turístico da JMJ, pelo menos em termos diretos e imediatos. O único senão seriam as discrepâncias de informações apresentadas por outras fontes.

Boa leitura!

[1] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-17/jornada-injetara-recursos-de-r-12-bilhao-na-economia-estima-ministerio-do-turismo

[2] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-16/eventos-publicos-com-presenca-do-papa-equivalem-um-show-de-natal-e-dois-reveillons-diz-prefeito

[3] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-22/vinda-do-papa-francisco-e-destaque-na-imprensa-internacional

[4] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-23/jornada-da-juventude-tem-participacao-de-355-mil-peregrinos-inscritos

[5] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-22/chegada-de-peregrinos-rodoviaria-do-rio-e-maior-que-previsto

[6] http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-17/rio-hoteis-mais-baratos-devem-ter-100-de-ocupacao-na-jornada-da-juventude-estima-sindicato”

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem